82 99641-3231

Lula achava que Dilma ia mesmo culpá-lo pela roubalheira do ‘petrolão’

Lula achava que Dilma ia mesmo culpá-lo pela roubalheira do ‘petrolão’

Ex-ministro, Antonio Palocci fez uma revelação curiosa, em depoimento de delação premiada. Ele contou que, no início do ano de 2016, o ex-presidente Lula temia que Dilma o responsabilizasse integralmente pela roubalheira na Petrobras, no “escândalo do petrolão”. Por isso, logo em seguida, foi realizada uma reunião em que Lula, Dilma e Palocci combinaram formas de “interferir” para dificultar a Lava Jato. A principal jogada acertada foi a nomeação de Lula como ministro da Casa Civil. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Segundo Palocci, o plano de nomear Lula ministro da Casa Civil de Dilma começou a ser discutido com a cúpula do PT no início de 2016.

Palocci confessa que a intenção da nomeação era garantir foro privilegiado para Lula, que temia ser preso por Sérgio Moro.

Segundo o ex-ministro de Lula e Dilma, a nomeação de Lula à Casa Civil foi assunto de “algumas reuniões” do comando do partido.

Palocci revelou também que Lula definiu a nomeação de Marcelo Navarro ao Superior Tribunal de Justiça para soltar Marcelo Odebrecht.

 

 

 

 

*    Com Diário do Poder


Professor e radialista Gisomar Barros morre aos 60 anos, em Arapiraca

Morre aos 60 anos o professor e radialista Gisomar Barros, em Arapiraca

O professor e radialista Gisomar Barros dos Santos morreu após sofrer um infarto aos 60 anos de idade, nesse sábado (12), em Arapiraca.

Ele trabalhava na Escola Estadual Manoel André, no município de Arapiraca, e na Escola Municipal José Barros Paz, em Craíbas. Também era um conhecido radialista da região.

Gisomar era acompanhado pela equipe de cardiologistas e neurologistas do Hospital Regional de Arapiraca.

De acordo com informações, ele sofreu uma piora no quadro de saúde pouco tempo antes de falecer e não foi possível realizar um procedimento cirúrgico porque a capacidade respiratória dele havia sido comprometida.

O professor deixou três filhos: a advogada, professora universitária e ouvidora da OAB, Nielle Soares Barros, o bancário Anderson Patrick Soares Barros e o médico veterinário, Fausto Barbosa dos Santos Neto.

O corpo será velado até às 16 horas na Central de Velórios do Cristo Rei, em seguida, o sepultamento acontecerá no Cemitério Pio XII, no bairro Baixa Grande.

 

 

 

*   7 Segundos


Irmã Dulce é canonizada pelo Papa Francisco e se torna a primeira santa brasileira

Visão geral da Praça de São Pedro, no Vaticano, durante a missa de canonização neste domingo (13) — Foto: Remo Casilli/Reuters
Visão geral da Praça de São Pedro, no Vaticano, durante a missa de canonização neste domingo (13) — Foto: Remo Casilli/Reuters

Santa Dulce dos Pobres. É assim que Irmã Dulce passa a ser chamada após a cerimônia de canonização que a tornou santa na manhã deste domingo (13) na Praça de São Pedro, no Vaticano, lotada de fiéis.

A santa, conhecida popularmente como Anjo Bom da Bahia, foi uma das religiosas mais populares do Brasil graças ao trabalho social prestado aos mais pobres e necessitados, principalmente na Bahia.

O Vaticano considera que Santa Dulce dos Pobres é a primeira santa brasileira. Embora outras brasileiras e uma religiosa que atuou no país tenham sido canonizadas pela Igreja Católica anteriormente, irmã Dulce é a primeira mulher nascida no Brasil que teve milagres reconhecidos.

Outros quatro beatos, de diferentes nacionalidades, também foram canonizados por Papa Francisco às 10h34 (5h34 no horário de Brasília) deste domingo. De acordo com o Vaticano, 50 mil pessoas participaram da cerimônia.

“Em honra da Santíssima Trindade, pela exaltação da fé católica e para incremento da vida cristã, com autoridade de nosso senhor Jesus Cristo, os santos apóstolos Pedro e Paulo, depois de haver refletido longamente, ter invocado a ajuda divina e escutado o parecer de muitos irmãos do episcopado, declaramos e definimos santos os beatos: John Henry Newman, Giuseppina Vannini, Mariam Thresia Chiramel, Dulce Lopes Pontes e Marguerite Bauys”, declarou o Papa, em latim.

Papa pede intercessão de outros santos

Imagem de Santa Dulce dos Pobres na fachada da Basílica de São Pedro durante a cerimônia de canonização — Foto: Reprodução/TV Globo
Imagem de Santa Dulce dos Pobres na fachada da Basílica de São Pedro durante a cerimônia de canonização — Foto: Reprodução/TV Globo

O chamado “rito de canonização” ocorreu na missa de domingo celebrada pelo Papa. Após um canto de entrada, o Papa abriu a celebração e, em seguida, houve um canto de “invocação do Espírito Santo”. O ato é uma forma de pedir a Deus que o ajude a tomar uma decisão acertada.

Depois, em uma “ladainha” — uma oração cantada —, a Igreja invocou a intercessão de todos os outros santos. Em seguida, foi lida a fórmula de canonização. Depois da leitura da fórmula, em latim, os cinco beatos foram considerados santos. A partir daí, houve um canto de comemoração e a missa seguiu como ocorre nos demais domingos.

Além de Irmã Dulce, foram canonizados:

  • o teólogo e cardeal inglês John Henry Newmann, um dos principais intelectuais cristãos do século 19;

  • a religiosa italiana Giuseppina Vannini;

  • a religiosa indiana Mariam Thresia Chiramel Mankidiyan;

  • a catequista suíça Margherita Bays.

Praça de São Pedro, no Vaticano, lotada de fiéis antes do início da missa de canonização de Irmã Dulce — Foto: Reprodução/GloboNews
Praça de São Pedro, no Vaticano, lotada de fiéis antes do início da missa de canonização de Irmã Dulce — Foto: Reprodução/GloboNews

Na homilia da missa de canonização, o Papa Francisco afirmou que as pessoas que se dedicam ao serviço dos mais pobres na vida religiosa fizeram “um caminho de amor nas periferias existenciais do mundo”.

Francisco disse que, como os leprosos citados nos textos bíblicos, “todos nós precisamos de cura” e somente Jesus oferece essa cura. Por isso, segundo ele, é preciso rezar, pois “a oração é o remédio da alma”.

A cerimônia foi acompanhada por autoridades brasileiras como o vice-presidente, Hamilton Mourão; o governador da Bahia, Rui Costa; o prefeito de Salvador, ACM Neto; e os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

O príncipe Charles, do Reino Unido, também participou da missa. Um dos santos que estavam sendo canonizados é britânico.

Antes da missa, a cantora baiana Margareth Menezes, o padre Antonio Maria e o sanfoneiro cearense Waldonys tocaram e cantaram no altar a música oficial da canonização.

*    Com G1

Palmeira dos Índios: Homem alcoolizado ateia fogo em sua residência com o próprio pai dentro da casa

Homem alcoolizado ateia fogo na própria residência em Palmeira dos Índios. – Foto: Rádio Sampaio

Na manhã deste domingo (13), um homem identificado como Hugo, vulgo Hugo da borracharia, ateou fogo a sua própria residência e em um poste na Rua R. Bráulio Montenegro, no bairro Vila Maria, Palmeira dos Índios.

De acordo com vizinhos, Hugo colocou fogo em vários móveis e um popular que passava na localidade, viu as chamas, acionou os vizinhos e arrombou a porta para retirar as vítimas e tentar apagar o incêndio.

Hugo, que segundo informações estava alcoolizado, mora apenas com o pai, identificado como Zé da Palmeirense que estava dentro do imóvel no momento do ocorrido.

Mais informações amanhã no programa Nosso Encontro da Rádio Sampaio 94,5 FM.

 

 


Adolescente de 16 anos é detido por trafico de drogas em Palmeira dos Índios

Na noite de ontem (12), um adolescente de 16 anos, identificado como R.G.L.M., foi detido por trafico de drogas na Rua Alto da Boa Vista, no bairro Alto do Cruzeiro, em Palmeira do Índios.

As guarnições do Pelopes e RP realizavam rondas no alto do Cruzeiro quando por volta das 18hrs se depararam com um indivíduo em atitude suspeita, que ao avistar a guarnição jogou uma sacola.

Foi procedida a abordagem ao suspeito e recolhida a sacola, dentro dessa sacola foram encontradas 27 Bombinhas de maconha e 12 Pedras de crack.

O suposto autor juntamente com o material apreendido foram conduzidos para a 5ª Delegacia Regional de Polícia de Palmeira dos Índios para os devidos procedimentos.


Homem é morto a facadas em Girau do Ponciano, AL

IML – ilustração

Um homem foi morto a facadas em Girau do Ponciano, segundo informações do 3º Batalhão de Polícia Mlitar (BPM), Henrique Pedro dos Santos, 23, foi tentar separar uma briga entre dois amigos, que estavam próximos a uma casa de farinha na zona rural da cidade. Um deles golpeou Santos, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O suspeito da morte de Santos fugiu do local, e a polícia segue em diligência em busca dele.

Os institutos Médico Legal (IML) e de Criminalística (IC) e a Polícia Civil foram acionados para recolher o corpo e analisar o local do crime.

Arma branca

Duas tentativas de homicídio foram registradas no sábado, com a utilização de armas brancas.

Fábio Inácio de Amaral, 40, foi atingido por golpes de facão e faca no pescoço na Praia do Francês, Marechal Deodoro, na noite de sábado.

A Polícia Militar foi acionada, e conseguiu localizar o suspeito, um homem de 37 anos. Com ele, foram encontradas as armas utilizadas no crime ainda sujas de sangue.

O suspeito foi encaminhado para a Central de Flagrantes I, em Maceió. A vítima foi encaminhada em estado grave para o Hospital Geral do Estado (HGE).

O segundo caso aconteceu no final da noite de sábado em Maceió. Um homem não identificado foi localizado por policiais do 1º BPM, ferido com golpes de faca no abdome e no queixo. Ele foi encaminhado para o HGE em estado grave. Ainda não há identificação de suspeitos.

*   Com G1


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey