Palmeira dos Índios
26 ºC Céu Limpo

Redes Sociais

Palmeira dos Índios | Céu Limpo
26 ºC

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

Vadão, ex-técnico da seleção feminina, morre vítima de câncer

Vadão dirigiu a seleção feminina até julho do ano passado  — Foto: Reuters
Vadão dirigiu a seleção feminina até julho do ano passado — Foto: Reuters

Morreu no início da tarde desta segunda-feira Oswaldo Alvarez, o Vadão, ex-técnico da seleção brasileira feminina de futebol e com passagens por São Paulo, Corinthians, Guarani, Ponte Preta, entre outros.

Aos 63 anos, ele lutava contra um câncer no fígado e estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde a semana retrasada. A assessoria de imprensa do hospital confirmou o falecimento à reportagem do GloboEsporte.com.

Vadão lutava contra a doença desde o início de 2020, quando passou por sessões de quimioterapia e chegou a apresentar evolução, mas o quadro se agravou recentemente.

Histórico

Oswaldo Fumeiro Alvarez, o Vadão, tentou a sorte como jogador nos anos 70, atuando pelos times juvenis do Guarani e do Botafogo-SP. No profissional, passou por Paulista, Velo Clube e Capivariano.

Mas foi à beira do campo, como treinador, que ele fez o seu nome, sempre com a história muito ligada ao futebol do interior paulista. A começar pelo primeiro grande trabalho.

Vadão ganhou destaque com o “Carrossel Caipira” no Mogi Mirim, onde ajudou a projetar Rivaldo. Leto e Válber também eram outros símbolos daquele time que se inspirava na Holanda de 1974, com o esquema 3-5-2.

Mister Dérbi

Ele também está entre os principais técnicos do futebol campineiro. Pelo Guarani, é o terceiro treinador que mais dirigiu o time na história. Foram 204 jogos em cinco passagens (1995, 1997-98, 2009-10, 2012 e 2017), com campanhas marcantes, como o acesso na Série B em 2009 e o vice-paulista de 2012 – quando foi eleito o melhor treinador do torneio.

À frente da Ponte, Vadão teve quatro passagens (2001-2002, 2005, 2006 e 2014). No Brasileirão de 2005, chegou a levar a Macaca à liderança antes de aceitar uma proposta do Tokyo Verdy, do Japão. Foi a sua única experiência internacional.

Também em Campinas é conhecido como “Mister Dérbi” por nunca ter perdido um clássico da cidade, seja por Guarani ou Ponte Preta. A invencibilidade é de nove jogos, com cinco vitórias (quatro pelo Guarani e uma pela Ponte) e quatro empates (três pela Ponte e um pelo Guarani).

Vadão foi o responsável por lançar Kaká no São Paulo  — Foto: Arquivo pessoal / Oswaldo Alvarez
Vadão foi o responsável por lançar Kaká no São Paulo — Foto: Arquivo pessoal / Oswaldo Alvarez

Surgimento de Kaká

Ainda em São Paulo, ficou marcado por ter lançado o meia Kaká no profissional do São Paulo, no título do Torneio Rio-São Paulo de 2001. Um ano antes, teve uma rápida passagem pelo Corinthians, de apenas 21 jogos durante a Copa João Havelange.

Foram os dois times do “trio de ferro” que ele comandou. Portuguesa, São Caetano, Araçatuba, XV de Piracicaba e Matonense são as outras equipes paulistas no currículo do treinador.

Já em outros grandes centros, o primeiro grande trabalho de Vadão foi pelo Athlético Paranaense, em 2000, quando conquistou seus dois primeiros títulos na carreira (Torneio Seletivo para Libertadores e Campeonato Paranaense) e iniciou a montagem do grupo que seria campeão brasileiro no ano seguinte. Trabalhou outras duas vezes no Furacão, em 2003 e entre 2006 e 2007, quando foi semifinalista da Copa Sul-Americana.

Ele também deixou sua marca no Vitória, onde subiu para a Série A em 2007, e Criciúma, onde foi campeão catarinense em 2013. Já por Bahia, Goiás e Sport teve passagens mais curtas e discretas.

Seleção brasileira

A história na seleção brasileira feminina começou em abril de 2014, quando estava na Ponte e recebeu o convite da CBF. Em dois anos e sete meses durante o primeiro comando, colecionou conquistas: Copa América 2014, Torneio Internacional de Futebol Feminino 2014, Campeonato Internacional de Futebol Feminino de 2015, Jogos Pan-Americano de 2015, além do quarto lugar nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016. Neste ano, ele foi escolhido pela FIFA o sexto melhor treinador do mundo de um time feminino.

Já o segundo trabalho na seleção feminina começou em setembro de 2017. Desta vez, ficou um ano e 11 meses, sendo campeão do Torneio Internacional de Futebol Feminino (China), em 2017, e da Copa América, em 2018.

O último torneio pela seleção foi a Copa do Mundo de 2019, com a eliminação nas oitavas de final para a França. Um mês depois do Mundial, foi demitido pela CBF e estava à espera de uma nova oportunidade para voltar ao mercado.


Lives de hoje: Anitta, Simone & Simaria, Maiara & Maraisa e mais shows para ver em casa

Maiara & Maraisa, Anitta e Simone & Simaria fazem lives neste sábado (23) — Foto: Divulgação
Maiara & Maraisa, Anitta e Simone & Simaria fazem lives neste sábado (23) — Foto: Divulgação

Anitta, Simone & Simaria, Maiara & Maraisa, Claudia Leitte estão entre os destaques das lives neste sábado (23).

Shows deste sábado e como assistir:

  • Leandro Sapucahy – 13h – Link

  • Aldair Playboy – 15h – Link

  • Imagina Samba – 15h – Link

  • Inimigos da HP – 15h – Link

  • Claudia Leitte – 16h – Link

  • Geraldinho Lins – 16h – Link

  • Rick & Renner – 16h – Link

  • Dre Guazzelli e convidados – 17h – Link

  • Simone e Simaria – 17h30 – Link

  • Thales Lessa – 18h – Link

  • Maurício Manieri – 19h – Link

  • Adriana Calcanhotto (Em Casa com Sesc) – 19h – Link

  • Anitta (Festival Latinos Unidos) – 20h – Link

  • Maiara e Maraisa – 20h – Link

  • Limão com Mel – 20h – Link

  • Luan Estilizado, Rai Saia Rodada e Zezo – 20h – Link

  • Edson e Hudson – 21h – Link

  • Liniker (Cultura em Casa) – 21h30 – Link

  • Bhaskar – 23h59 – Link


William Bonner diz que nome e CPF do filho foram usados em fraude no Auxílio Emergencial

William Bonner revela que nome do filho foi usado em fraude: "Não ...
William Bonner diz que nome e CPF do filho foram usados em fraude no auxílio emergencial

William Bonner, afirmou nesta quinta-feira (21) que o nome e o CPF do seu filho foram usados indevidamente em uma fraude envolvendo o auxílio emergencial de R$ 600 pago pelo governo durante a pandemia do novo coronavírus.

Em uma série de tuítes, o apresentador do Jornal Nacional disse que foi informado pelo jornal Meia Hora sobre o suposto registro de Vinícius Bonner, no programa do governo. “Meu filho não pediu auxílio nenhum, não autorizou ninguém a fazer isso por ele. Mais uma fraude, obviamente”, afirmou.

William Bonner se mostrou ainda mais indignado pelo fato de, ao consultar o site do Dataprev, constatar que o pedido do auxílio foi aprovado. “Pelos critérios do programa de auxílio emergencial, alguém nas condições sócio-econômicas do meu filho não tem direito aos 600 reais da ajuda […]”.

Segundo ele, o fraudador provavelmente indicou que não tinha conta bancária e abriu uma conta na Caixa, a que Vinícius não tem acesso. Por isso, Bonner afirmou que nem sequer sabe se o dinheiro foi depositado e se foi sacado.

“Meu filho não fraudou, é vítima e pode provar. Não se zelou pela aplicação do dinheiro público? Quem protege os cofres públicos da ação de estelionatários ou de pessoas mal intencionadas?”, questionou.

O jornalista disse ainda que há três anos estelionatários têm usado o nome e o CPF do filho para fraudes, como a abertura de empresas ou a contratação de serviços de TV por assinatura, entre outras. De acordo com Bonner, todas as falcatruas foram denunciadas à polícia.

“A repetição de fraudes chegou ao ponto de tornar recomendável uma troca do CPF. Mas, no Brasil, a vítima de golpes dessa natureza precisa passar por uma longa provação, em que tempo e dinheiro se esvaem no desenrolar do processo burocrático.”

Sobre a nova fraude, ele afirmou que uma queixa-crime será apresentada. “Da parte dos gestores do auxílio emergencial, esperamos apuração rápida da fraude, para que se resguardem o patrimônio público e a confiança dos cidadãos nos mecanismos de controle desse programa.”

Vinícius é irmão gêmeo de Laura e Beatriz. Os três são filhos de William Bonner e Fátima Bernardes.


Lives de hoje: Iza, Manu Gavassi, Ferrugem, César Menotti & Fabiano e mais shows

Iza, Manu Gavassi e Ferrugem fazem lives nesta quinta-feira (21) — Foto: Divulgação
Iza, Manu Gavassi e Ferrugem fazem lives nesta quinta-feira (21) — Foto: Divulgação

Iza, Manu Gavassi, Ferrugem e César Menotti & Fabiano estão entre os destaques das lives desta quinta-feira (21).

Veja lives desta quinta e como assistir:

  • Iza e Maejor (lançamento de “Let me be the one”) – 14h – Link

  • Mart’nália conversa com Celso Fonseca – 16h – Link

  • Manu Gavassi e Letrux (#HomeHourPoploadFestival) – 19h – Link

  • Nilze Carvalho (Em Casa Com Sesc) – 19h – Link

  • Joanna e Padre Reginaldo Manzotti – 20h – Link

  • Ferrugem – 20h – Link

  • Jau – 20h – Link

  • César Menotti e Fabiano – 20h30 – Link


Ex-BBB Gizelly Bicalho diz que pode se candidatar a deputada

Ex-BBB Gizelly Bicalho diz que pode se candidatar a deputada

A ex-BBB Gizelly Bicalho, de 28 anos, usou suas redes sociais nesta segunda-feira (18/05) para conversar com alguns fãs e acabou falando sobre a possibilidade de seguir carreira política. “Pensei em deputada estadual pelo meu estado, o que acham?”, questionou ela, que é do Espírito Santo.

A afirmação de Gizelly foi feita após uma seguidora sugeri-la como a próxima presidente do Brasil, como resultado de uma união contra o bolsonarismo. “Meu currículo é bom! O básico eu tenho, conheço nossa carta magna (Constituição Federal) e respeito tudo que está nas laudas”, afirmou a advogada.

Gizelly então confessou à outro seguidor que a ideia de seguir carreira política não é nova, e afirmou ter Marielle Franco como um exemplo: “Como vocês sabem, eu sou destemida, vou até o fim pelo que acredito. Se a política foi meu chamado, porque não?”, afirmou, recebendo elogios.

Bem ativa em suas redes sociais desde que deixou o BBB, a advogada criminalista contou nesta segunda que está a procura de um apartamento. Sem dar detalhes de onde seria, ela falou que pode até já ter encontrado o imóvel. Ela também anunciou que está lançando uma coleção de camisetas.


Regina Duarte deixa comando da secretaria de Cultura do governo Bolsonaro

Regina Duarte critica "matérias tendenciosas e maldosas" - ISTOÉ ...
Regina Duarte deixa comando da secretaria de Cultura do governo Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quarta-feira (20) a saída da atriz Regina Duarte do cargo de secretária especial de Cultura. Em publicação em uma rede social, o presidente afirmou que ela assumirá a Cinemateca, em São Paulo.

“Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias”, afirmou Bolsonaro.

Regina Duarte assumiu a pasta em 4 de março, com a missão de “pacificar” o embate entre a classe artística e a indústria da cultura com o governo federal.

Desde o início do mandato de Bolsonaro, a secretaria teve alta rotatividade em razão de polêmicas na pasta e em órgãos vinculados a ela.

No dia 5 maio, por exemplo, o governo renomeou maestro Dante Mantovani como presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte) que tinha sido exonerado por Regina no primeiro dia da atriz à frente da secretaria.

A saída de Regina Duarte do governo já era um desejo da ala ideológica próxima ao presidente, conforme informou a colunista Andréia Sadi nesta terça.

Questionado sobre a permanência de Regina no governo, Jair Bolsonaro disse que só presidente e vice não podem ser trocados.

A ala política do Planalto tentava afastar as especulações sobre a possibilidade de saída de Regina, mas já havia se frustrado com a fala do presidente sobre a secretária na semana passada.

Bolsonaro queria Regina mais próxima

No fim de abril, na portaria do Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro elogiou Regina Duarte, mas disse que gostaria de vê-la mais próxima.

Na ocasião, ela estava em São Paulo. O presidente disse também que ela estava tendo dificuldade em lidar com questões de “ideologia de gênero”.

“Infelizmente, a Regina está em São Paulo. Está trabalhando pela internet ali. E eu quero que ela esteja mais próxima. É uma excelente pessoa, um bom quadro. É também uma secretaria que era ministério. Muita gente de esquerda pregando ideologia de gênero. Essas coisas todas é que a sociedade, a massa da população, não admite. Ela tem dificuldade nesse sentido”, disse o presidente.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2020 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey