Palmeira dos Índios
27 ºC Céu Limpo

Palmeira dos Índios | Céu Limpo
27 ºC

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

​Prefeitura de Penedo anuncia edital para concurso público

​Prefeitura de Penedo anuncia edital para concurso público

O prefeito de Penedo, Marcius Beltrão (PDT), assinou nesta sexta-feira (21/02), o extrato autorizando a publicação do edital para realização do concurso público. Serão mais de 200 vagas para os níveis médio e superior.

Com a assinatura, a partir das 20h o edital estará disponível no endereço eletrônico: www.copeve.ufal.br, podendo a inscrição ser realizada até o dia 17 de março. Ao todo, o concurso contempla 45 cargos nos níveis médio e superior, com 220 vagas.

De acordo com o edital, a prova objetiva deverá ocorrer no dia 03/05/2020, horário e local que constará no cartão de inscrição. Os cargos de nível médio e superior a prova objetiva contará com 40 questões (15 de português, 10 de matemática e 15 de conhecimentos específicos). Sendo para o cargo de procurador do Município, 25 questões de conhecimentos específicos, somando 50 questões. O valor da inscrição R$ 100 nível médio e R$ 120 superior.

Cargos para os níveis médio e superior

Assistente Social, Biomédico, Enfermeiro, Enfermeiro do Trabalho, Engenheiro Civil, Engenheiro de Pesca, Engenheiro em Segurança do Trabalho, Farmacêutico/Bioquímico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Jornalista, Médico Generalista, Médico Veterinário, Nutricionista, Odontólogo, Odontólogo Bucomaxilo Facial, Odontólogo Endodontista, Odontólogo Periodontista, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional, Turismólogo, Agente de Logística e Sistema de Informação, Agente de Saúde em Endemias, Auxiliar de Educação (Cuidador), Auxiliar de Saúde Bucal, Auxiliar de Transporte (Monitor), Fiscal de Postura, Guarda Municipal de Trânsito, Monitor de Governança, Motorista “D”, Operador de Máquinas, Técnico Agrícola, Técnico de Enfermagem, Técnico de Enfermagem do Trabalho, Técnico de Laboratório, Técnico de Prótese Dentária, Técnico de Radiologia, Técnico de Segurança do Trabalho e Técnico de Edificações. Para os cargos de Professor de Educação Física, Professor de Geografia, Professor de História, Professor de Língua Inglesa, Professor de Língua Portuguesa, Professor de Matemática e Professor de Séries Iniciais 25h (Polivalente).

Para anexos, edital e inscrição, basta acessar >>  aqui  <<.


Bolsonaro autoriza envio das Forças Armadas para o Ceará

Bolsonaro autoriza envio das Forças Armadas para o Ceará

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta-feira (20) um decreto que autoriza o emprego das Forças Armadas no Ceará, a pedido do governador Camilo Santana. O estado vive uma crise na área de segurança pública, agravada pela paralisação de parte dos policiais militares, que estão amotinados em quarteis e batalhões. Por lei, policiais militares não podem fazer greve. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União e vale pelo período de 20 a 28 de fevereiro.

“Acabei de assinar a GLO para Fortaleza [na verdade, para todo o Ceará], o governador preencheu os requisitos”, disse Bolsonaro na porta do Palácio do Alvorada, residência oficial. O presidente aproveitou para pedir que o Congresso aprove o projeto de lei que flexibiliza o conceito de excludente de ilicitude para agentes de segurança durante operações desse tipo.

“Deixo bem claro uma coisa, a gente precisa do Parlamento para que seja aprovado o excludente de ilicitude. A minha consciência fica pesada nesse momento, que tem muitos jovens de 20, 21 anos de idade, que vão estar na missão. Vão cumprir uma missão que se aproxima de uma guerra, e depois, caso venha qualquer problema, podem ser julgados por lei de paz. Temos que dar garantia jurídica, retaguarda jurídica para esses militares das Forças Armadas que estão nessa missão. É irresponsabilidade nós continuarmos fazendo essa operação sem dar a devida garantia para esses integrantes das Forças Armadas”, acrescentou Bolsonaro.

Ontem (19), o senador licenciado Cid Gomes, do Ceará, foi atingido por dois disparos de arma de fogo ao tentar furar um bloqueio feito por policiais grevistas no 3º Batalhão da Polícia Militar de Sobral, cidade a 275 quilômetros de Fortaleza. Depois de realizar uma cirurgia de emergência na cidade, o senador foi transferido para a capital e está fora de perigo.

Em postagem nas redes sociais, o governador Camilo Santana agradeceu a autorização dada pelo presidente da República. “Acabo de receber telefonema do ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos, informando que o presidente acaba de atender a nossa solicitação autorizando o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no estado do Ceará. Já havia sido autorizada também a presença da Força Nacional, aqui no estado, para atuar em conjunto com nossas forças de segurança. Todo o esforço será feito para garantir a proteção dos nossos irmãos e irmãs cearenses. Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro pelo apoio do Governo Federal neste momento”, publicou Santana.

Segundo o decreto de GLO, caberá ao ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, definir o comando responsável pela operação e alocação dos militares no estado.

Força Nacional

Além das Forças Armadas, um grupo de agentes da Força Nacional de Segurança Pública embarcou para Fortaleza nesta quinta-feira. O envio da Força Nacional ao Ceará foi determinado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, após solicitação do governador Camilo Santana em meio à crise de segurança no estado.

Inicialmente, eles ficarão no estado por 30 dias. A portaria, autorizando a medida, está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (20). Em 2019, o governo federal já havia enviado a Força Nacional para conter uma onda de violência no estado nordestino.


PMs desocupam quartel no Ceará após tiros que feriram ex-governador Cid Gomes

Resultado de imagem para PMs desocupam quartel no Ceará após tiros que feriram ex-governador Cid Gomes
PMs desocupam quartel no Ceará após tiros que feriram ex-governador Cid Gomes

O governo do Ceará retomou na madrugada desta quinta (20) o controle do 3° Batalhão da Polícia Militar em Sobral (270 km de Fortaleza). Os manifestantes, policiais militares que reivindicam aumento salarial e seus familiares, ocupavam o local desde a noite de terça (18) e saíram antes da chegada do Batalhão de Choque da PM.

Na tarde de quarta-feira, o senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE) foi atingido por dois tiros quando tentou entrar no quartel dirigindo uma retroescavadeira. Ele está estável e internado no Hospital do Coração de Sobral e deve ser transferido ainda nesta quinta para Fortaleza.

A retroescavadeira usada por Cid ainda está na frente do quartel na manhã desta quinta-feira, quando será feita uma perícia no veículo que foi alvejado por tiros e também por pedras.

Sobral é a base eleitoral de Ciro Gomes e Cid, que apoiam o governador Camilo Santana (PT) e, nacionalmente, fazem oposição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Cid foi governador do estado em momento semelhante de crise com a PM, em 2012. Pelas redes sociais, Camilo Santana classificou como “inaceitável” o que chamou de “extrema violência” praticada “por um grupo de policiais mascarados, amotinados num quartel”.

O governador petista informou que pediu reforços ao governo federal. ​”Reforço que já havia solicitado formalmente apoio de tropas federais para o Ceará aos ministros Luiz Eduardo Ramos e Sergio Moro, para uma ação enérgica contra essas pessoas que têm agido como criminosos. Esses crimes não ficarão impunes”, afirmou Camilo.

Antes de levar os tiros, o senador se dirigiu até o portão de entrada do batalhão tomado pelos PMs. Com um megafone, deu cinco minutos para que eles saíssem do local. Vídeo foi gravado por pessoas que estavam presentes.

“O movimento de vocês é ilegal. Vocês têm cinco minutos para pegarem os seus parentes, as suas esposas, os seus filhos e sair daqui em paz. Cinco minutos, nem um a mais”.

Depois de dar o ultimato, alguns manifestantes se aproximaram do portão gritando que ele não tinha autoridade para determinar a retirada e uma confusão começou.

Cid levou um soco e recuou. Depois da confusão ele subiu na retroescavadeira e avançou sobre o portão, quando levou os dois tiros, além de pedradas.

Desde a noite de terça-feira (18), PMs fazem motim contra a proposta de reestruturação salarial feita pelo governo Camilo Santana. Em 2017, os ministros do Supremo Tribunal Federal confirmaram a proibição das paralisações de servidores que atuam na segurança pública.

A regra serve para agentes das polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal, Ferroviária Federal e do Corpo de Bombeiros, além de funcionários das áreas administrativas. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), estava reunido com o governador da Bahia, Rui Costa (PT), quando soube que Cid Gomes havia sido baleado.

Ele tentou, sem sucesso, ligar para o celular de Cid. Depois, entrou em contato com o ministro Sergio Moro (Justiça) e com o governador Camilo Santana.

“Acompanho com preocupação os desdobramentos do ocorrido com o senador Cid Gomes, na tarde desta quarta-feira (19), em Sobral, no Ceará. Entrei em contato o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e com o governador do Ceará, Camilo Santana, para obter informações e garantir a segurança do parlamentar”, disse Alcolumbre em nota.

Até esta quarta, três policiais foram presos e 261 eram investigados por participarem do motim no Ceará, que foi proibido na segunda (17) pela Justiça.

Em meio aos atos, dois batalhões foram atacados por homens encapuzados, que roubaram dez viaturas em uma das unidades e esvaziaram pneus dos carros em outra.

O que querem os PMs?

Pedem que o governo refaça a proposta de reestruturação salarial enviada na terça (18) para a Assembleia. O projeto de lei prevê aumento de salário para os soldados da PM e para bombeiros de R$ 3.475 para R$ 4.500, com reajuste parcelado em três vezes até 2022. Os PMs demandam que o pagamento seja feito em apenas uma parcela e que seja apresentado um plano de carreira para a categoria.

Quando o motim começou?

Na tarde de terça (18). Desde a madrugada de quarta (19), pessoas encapuzadas passaram a invadir quartéis. Em um deles, em Fortaleza, dez viaturas foram levadas. Em outro, carros e motos tiveram os pneus esvaziados. Três policiais militares foram presos e 261 estão sendo investigados por participação nos atos.

PMs podem fazer greve?

Não. Greve é proibida para agentes das polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal, Ferroviária Federal e Corpo de Bombeiros.

Qual o cenário político no estado atualmente?

O principal pré-candidato da oposição à prefeitura de Fortaleza na eleição de 2020 é o deputado federal Capitão Wagner (Pros), ex-integrante da PM e que, entre 2011 e 2012, liderou greve dos policiais militares quando Cid Gomes era o governador. Hoje, a prefeitura da capital é comandada pelo PDT de Ciro e Cid Gomes, com Roberto Cláudio, mas ele está em segundo mandato. Ainda não há um nome de consenso entre os governistas para a disputa. O governo é comandado por Camilo Santana (PT), aliado de Ciro e Cid Gomes.


VÍDEO – Senador Cid Gomes é baleado após tentar entrar em quartel da PM dirigindo trator, veja momento em que o senador é atingido

Senador Cid Gomes é baleado após tentar entrar em quartel da PM dirigindo trator

O senador Cid Gomes (PDT) foi baleado no fim da tarde desta quarta-feira, 19, em Sobral, na Região Norte. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Prefeitura do Município. Após ser atingido por um disparo, o senador foi encaminhado para o Hospital do Coração de Sobral e será transferido para a Santa Casa de Misericórdia.

Apesar de informações do movimento de policiais militares apontarem que a bala que atingiu o senador era de borracha, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Sobral confirma que a munição era real, calibre .40. Ainda não se sabe quantos tiros atingiram o senador, mas pelo menos um ferimento a bala foi confirmado.

“O senador Cid Gomes foi baleado por uma arma de fogo na tarde desta quarta-feira (19), em Sobral. Neste momento, o senador passa por estabilização no Hospital do Coração de Sobral e será transferido para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral”, diz nota da assessoria do senador.

Os disparos ocorreram no momento em que o senador tentava invadir, com uma retroescavadeira, um quartel da Polícia Militar que estava ocupado por manifestantes. Momentos antes, Cid fez um discurso com críticas ao movimento de paralisações deflagrado nas últimas horas pela Polícia Militar do Ceará. “Eu vim aqui defender a paz e a tranquilidade do povo de Sobral. Ninguém será chantageado, ninguém deixará de trabalhar, de abrir suas portas e caminhar com tranquilidade em Sobral”, disse o senador.

“Uma coisa é se amotinarem em um local, outra são os próprios que deveriam defender a paz e a tranquilidade serem eles próprios os incitadores da violência. Eu tô aqui desarmado, e vou enfrentar quem armado estiver, sob o custo da minha vida. Mas ninguém vai fazer o que esses bandidos estão fazendo aqui em Sobral”.

Escalada de tensão

Desde a noite da terça-feira, parte da Polícia Militar do Ceará tem organizado manifestações e ações de greve em protesto contra impasse no reajuste das categorias com o governo do Estado. Nesta quarta-feira, o governador Camilo Santana (PT) requisitou suporte do governo federal para lidar com paralisações promovidas pelos militares de todo o Estado.

Na tarde desta quarta-feira, o governador Camilo Santana (PT) informou que pediu o apoio de tropas federais para reforçar a segurança no Ceará. Ele relatou conversas com o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, e com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. O governador disse que deixou ambos a par da situação do Ceará e pediu ajuda.

 

 


Prefeitura de Delmiro Gouveia abre concurso público com 200 vagas para os níveis fundamental, médio e superior

Prefeitura de Delmiro Gouveia abre concurso público com 200 vagas para os níveis fundamental, médio e superior

A Prefeitura de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas, divulgou nesta terça-feira (18) edital de concurso público para preenchimento de 200 vagas em cargos efetivos no município, nos níveis fundamental, médio e superior, com salários entre R$ R$ 1.045 e R$ 2.290.

A maioria das vagas (111) é para professor de atividades (nível médio). Há vagas ainda para eletricistas, agentes administrativos, técnicos em várias áreas, agrônomo, professor, analista de controle interno, arquiteto, assistente social, biólogo, contador, enfermeiro, nutricionista, médico, odontólogo, turismólogo, psicólogo e professor de diversas disciplinas.

As inscrições, cujas taxas variam entre R$ 80 e R$ 120, serão realizadas a partir do dia 24 deste mês, exclusivamente pela internet, nos sites www.delmirogouveia.al.gov.br e www.admtec.org.br.

O edital completo também pode ser conferido nas páginas eletrônicas.


Governo lança programa de alfabetização que beneficiará 80 mil estudantes alagoanos

Governo lança programa de alfabetização que beneficiará 80 mil estudantes alagoanos

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), lança, na próxima segunda-feira (17/02), o Programa de Alfabetização em Regime de Colaboração (PARC) Criança Alfabetizada, que beneficia 80 mil estudantes alagoanos. O evento acontece com a presença dos 102 municípios. Durante a cerimônia, governo e prefeituras assinarão termo de adesão ao programa pactuando metas para o biênio 2020/21.

Também será apresentado o Programa Vem que Dá Tempo, que estimula a retomada dos estudos para as pessoas que estão afastadas da escola.

O programa

O PARC Criança Alfabetizada integra o programa Escola 10 e é mais um passo para o fortalecimento do Sistema Estadual de Educação, visando novos avanços na qualidade do ensino público no estado. Este ano, estado e municípios farão uma pactuação de metas de alfabetização de crianças na idade certa (até os sete anos de idade).

O programa oferecerá assessoria técnica, monitoramento, material de apoio e formações para gestores escolares, coordenadores pedagógicos, articuladores de ensino e professores das redes municipais e estadual que atendem crianças dos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental. Também avaliará os estudantes e oferecerá premiação para escolas.

Tudo isto atuando em regime de colaboração, com o apoio da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e apoio técnico da Associação Bem Comum, Instituto Natura e a Fundação Lemann.

“Assim como no passado estado e município pactuaram metas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o IDEB, este ano pactuaremos metas de alfabetização. A ideia é fazer com que as crianças desenvolvam a competência da leitura na idade certa e, para, isto, promoveremos formação de professores, entrega de kits de material didático e aplicação de duas avaliações”, adianta a secretária executiva da Educação, Laura Souza.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2020 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey