82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

Chica Xavier, atriz de ‘Sinhá Moça’ e ‘Renascer’, morre aos 88 anos

Chica Xavier – com mais de 60 anos de carreira, destacou-se como uma dos maiores símbolos da representatividade negra na arte brasileira. — Foto: Reprodução/Instagram Luana Xavier

A atriz Chica Xavier, conhecida por papéis marcantes em novelas como “Sinhá Moça” e “Renascer”, morreu na madrugada deste sábado (8) aos 88 anos, vítima de câncer de pulmão. Ela estava internada no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Nascida em Salvador em 22 de janeiro de 1932, Francisca Xavier Queiroz de Jesus mudou-se para o Rio em 1953, aos 21 anos e se consagrou como atriz de teatro, TV e cinema, ao longo de uma carreira de mais de seis décadas. Destacou-se como uma das maiores referências da representatividade negra na arte brasileira.

Em 2010, recebeu o Troféu Palmares, entregue pelo extinto Ministério da Cultura, pelo trabalho de preservação e incentivo à cultura afro-brasileira.

“Uma precursora, símbolo de gerações de atrizes e atores negros, de representatividade, que trazia em cada cena ou fala traços latentes de baianidade. Nunca negou a origem”, disse a TV Globo em comunicado.

Nos palcos, Chica Xavier esteve na montagem de 1956 de “Orfeu da Conceição”, de Vinicius de Moraes. Atuou também em novelas como “Dancin’ Days” (1978), “Pátria minha” (1994), “Cara & Coroa” (1995), “O rei do gado” (1996) e “Força de um desejo” (1999), além da minissérie “Tenda dos milagres” (1985). Seu último trabalho na TV foi “Cheias de charme” (2012).

“Obrigado, Dona Chica, por inspirar e se doar como se doou. Obrigado pelo amor e talento que nos ofereceu”, escreveu o ator Lázaro Ramos em uma rede social. A atriz Taís Araújo comentou: “O céu recebe hoje a nobreza. Entre nós vivia uma nobre, uma rainha elegante, sábia, afetuosa, agregadora, ombro e colo para muitos. Salve a rainha Chica Xavier!”.

Em 2013, Chica Xavier foi tema da biografia “Chica Xavier: Mãe do Brasil”, escrita por Teresa Montero.

A atriz deixa o marido, o também ator Clementino Kelé, com quem foi casada por 64 anos. Eles tiveram três filhos, Christina, Izabela e Clementino Junior, e três netos, Ernesto Junior, Luana Xavier e Oranyan.

‘Colocou amor em tudo que fez’

“Em março deste ano, minha avó precisou passar por uma série de exames porque havia uma suspeita de pneumonia e por ser muito idosa, diabética e hipertensa, era bom cuidarmos disso com mais cautela. Por ser período de pandemia, a médica dela recomendou que esperássemos um pouco mais para podermos fazer uma investigação mais incisiva, mas não imaginávamos que seria tanto tempo de isolamento social”, explicou a atriz Luana Xavier, neta de Chica Xavier.

Segundo Luana, nesta quarta-feira (5), a respiração de Chica piorou bastante – diante desse quadro, médica e família decidiram levá-la à emergência. Exames feitos no hospital apontaram que ela havia sido acometida por um câncer de pulmão, já em metástase. Não houve diagnóstico de Covid-19.

“Minha avó sempre colocou amor e fé em tudo o que faz. Ela teve uma carreira curta no teatro – justamente porque sempre quis cuidar da família. Minha avó tem muito de infinito e tenho certeza que tudo que ela fez vai ficar para sempre nas nossas vidas”.

Personagens marcantes

Ao todo, a atriz participou de 26 novelas na TV Globo. Esteve também em 11 minisséries e 10 programas especiais, como Caso Verdade, Caso Especial e Teletema. Participou ainda de produções no Canal Futura e nas TVs Bandeirantes, Manchete e Educativa.

Chica ainda esteve presente em 11 filmes, entre eles o clássico do Cinema Novo “O assalto ao trem pagador”, de 1962, dirigido por Roberto Farias.

Sua primeira novela na Globo foi “Os ossos do barão” (1973), no papel de Rosa. De lá para cá, interpretou mais de 50 personagens da TV, com destaques para a Bá da primeira versão de “Sinhá Moça”, a Inácia “Renascer” e a mãe-de-santo Magé Bassã da minissérie “Tenda dos Milagres”.


‘The Voice Kids’ volta em setembro para completar temporada 2020

Técnicos e apresentadores na estreia da quinta temporada — Foto: Artur Meninea / Gshow

Mais emoção e fofura vem aí! As gravações do The Voice Kids serão retomadas para que a quinta temporada do reality musical seja completada. No dia 13 de setembro, 24 crianças e os técnicos voltam ao ar para dar continuidade à competição. E para que todos os envolvidos participem em segurança das apresentações, o programa terá algumas novidades e mudanças.

O primeiro episódio, previsto para o dia 13 de setembro, será uma edição especial, que vai relembrar os melhores momentos e o que aconteceu desde o início da temporada. A partir daí todos os programas serão ao vivo.

Nos programas seguintes, nos dias 20 e 27 de setembro, os candidatos farão suas apresentações diretamente de suas casas. Os shows serão acompanhados e avaliados dos Estúdios Globo, onde os apresentadores André Marques e Thalita Rebouças comandarão o reality musical com Claudia Leitte, Simone & Simaria e Carlinhos Brown. Os técnicos – e todo o Brasil – assistirão e avaliarão as apresentações dos candidatos, que também serão escolhidos pelo público, através da votação popular. Após seus shows remotos, os participantes vão interagir com seus técnicos e conhecer o resultado de quem permanece na disputa, ao vivo.

Os dois últimos programas, semifinal e a grande final do The Voice Kids, também acontecerão ao vivo, nos primeiros domingos de outubro, dias 04 e 11, respectivamente. Assim como os programas que já retornaram aos Estúdios Globo, o The Voice Kids está sendo desenvolvido com todos os cuidados previstos no Protocolo de Segurança da Globo.

As fases finais do The Voice Kids

Eliminatória

A partir dessa fase, o público ajuda a escolher quais crianças de cada time seguem na disputa. Nos dois domingos, dias 20 e 27 de setembro, quatro crianças de cada time se apresenta – no total, 12 a cada fim de semana. O público salva uma, através de votação no site do Gshow, e o técnico escolhe mais uma para continuar na disputa.


Morre em SP, aos 83 anos, a atriz Aurora Duarte, dizem amigos

A atriz, produtora e roteirista pernambucana Aurora Duarte. — Foto: Acervo pessoal

Morreu em São Paulo na quinta-feira (6) a atriz, diretora e roteirista Aurora Duarte, aos 83 anos. Ela estava internada na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo há dois meses, segundo relatos de amigos nas redes sociais.

Aurora foi protagonista do filme “O Canto do Mar”, do diretor Alberto Cavalcanti. A produção de 1952 conta a história de retirantes do litoral nordestino e concorreu à Palma de Ouro no Festival de Cannes, em 1953. O filme foi vencedor do prêmio de direção no Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary, na República Checa, no mesmo ano, e foi a porta de entrada de Aurora Duarte no cinema brasileiro.

A atriz pernambucana tinha como nome de batismo Diva Mattos Perez e participou de várias novelas e filmes. O último papel dela foi em 2015 no filme “A Lenda do Gato Preto”, onde interpretou uma cigana, dirigida por Clébio Viriato Ribeiro.

Nascida em 17 de abril de 1937 na cidade de Olinda, em Pernambuco, Aurora também trabalhou como documentarista e foi poeta. Segundo a biografia dela, publicada pela Editora Imprensa Oficial de São Paulo, na Coleção Aplauso, a atriz começou a carreira no cinema amador aos 13 anos, fez rádio e aos 15, estrelou no cinema profissional.

Emocionado com a partida da amiga, o diretor Clebio Viriato publicou um agradecimento a Aurora nas redes sociais, pela contribuição da atriz ao cinema brasileiro.

“Emocionado com a noticia de sua partida, deixo aqui minha Gratidão, do menino que foi profundamente afetado pela potência de sua obra e do adulto, que hoje emocionado, insiste em fazer cinema, em um país perverso com seus diretores, produtores, atores e técnicos cinematográficos. Por sua valiosa contribuição à história do cinema nacional, por ter levado Quixadá ao mundo, por ter sido uma mulher a frente de seu tempo e ter comandado com tanta beleza o Cangaço nas telas de nossos cinemas, a lendária Diva, merece uma justa e digna homenagem de todos nós quixadaenses, cearenses e brasileiros. Viva AURORA DUARTE!”, disse Viriato.


​Fim de semana deve ser de tempo instável e nebuloso em Alagoas

​Fim de semana deve ser de tempo instável e nebuloso em Alagoas

Mais um final de semana de tempo instável em Alagoas. De acordo com a previsão do tempo da Sala de Alerta da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) divulgada nesta sexta-feira (07/08), os próximos dias tendem a ser nebulosos, com curtos períodos de sol, e outros momentos de chuvas rápidas em todas as regiões do estado.

Nesta sexta-feira (07/08), períodos curtos de sol intercalados com nuvens. A temperatura na Capital alagoana deve variar entre 22 °C e 29 °C. Já no Sertão, essa variação deve aumentar. Os termômetros podem chegar a marcar 20 °C de mínima e atingir 31 °C de máxima.

Para o sábado (08/08), possíveis chuvas durante todo o dia, intercalando com períodos de tempo seco. No Agreste, a temperatura varia entre 21 °C e 30 °C. Já na faixa litorânea do estado, a temperatura deve ficar entre 22 °C e 29 °C.

Dia dos Pais

As condições climáticas para o domingo (09/08) de Dia dos Pais são de nebulosidade com possibilidade de chuvas passageiras, principalmente em Maceió, Litoral, e Zona da Mata. Nessas regiões, os termômetros variam entre 22 °C de mínima e 29 °C de máxima.

Para as outras regiões do estado, curtos períodos de sol intercalados com nuvens. A temperatura mínima deve chegar aos 20 °C no Agreste e no Sertão a máxima pode atingir 31 °C de máxima no Sertão.

A previsão do tempo pode ser acompanhada diariamente em www.semarh.al.gov.br e no aplicativo “Semarh Tempo Alagoas” disponível para a plataforma Android e iOS.


Mulher é levada para a UPA após ser agredida pelo seu companheiro, em Palmeira dos Índios.

Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Palmeira dos Índios.

No início da noite de ontem, sexta-feira (7), uma mulher precisou ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Palmeira dos Índios, após ser agredida pelo seu companheiro, no Conjunto Brivaldo Medeiros.

Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada e compareceu na UPA para conversar com a vítima, após pegar todos os detalhes da ocorrência, os policiais foram até a residência, mas o acusado não estava no local. Rondas foram feiras pela cidade, mas o individuo não foi encontrado.

Após ser atendida, a vítima foi orientada a comparecer na 5ª Delegacia Regional de Polícia de Palmeira dos Índios (5ª DRP) para os procedimentos cabíveis serem tomados.


PRF prende homem por porte ilegal de arma de fogo em São Miguel dos Campos

PRF prende homem por porte ilegal de arma de fogo em São Miguel dos Campos – Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, na noite de ontem (07). O flagrante ocorreu no km 139 da BR – 101, em São Miguel dos Campos/AL.

Era por volta das 22h quando policiais rodoviários federais realizavam fiscalizações em frente à Unidade Operacional de São Miguel dos Campos e avistaram um veículo I/Toyota Hilux Cd, cor prata e placa de Junqueiro/AL, transitando por um local que poderia desviar da fiscalização, chamando a atenção da equipe.

Após a abordagem e a verificação do veículo e do condutor, os policiais fizeram uma inspeção dentro do carro e encontraram uma pistola Glock, modelo G25, calibre 380 ACP, com 15 munições de mesmo calibre. Quando questionado sobre a procedência da arma, o motorista declarou que ela não estaria registrada em seu nome, mas sim, de um amigo.

Diante dos fatos, o homem foi encaminhado, junto com a arma apreendida, à Delegacia de polícia civil de São Miguel dos Campos para procedimentos cabíveis.


Redes sociais


Whatsapp: 82 99641-3231

Contato


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Tel: (82) 99641-3231

© 2020 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey