Palmeira dos Índios
23 ºC Céu Limpo

Redes Sociais

Palmeira dos Índios | Céu Limpo
23 ºC

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

Nelson Teich recusa convite para voltar como conselheiro no Ministério da Saúde

Nelson Teich recusa convite para voltar como conselheiro no Ministério da Saúde

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich rejeitou o convite para ser conselheiro do Ministério da Saúde, em uma declaração feita no Twitter neste sábado (23). O convite foi feito pelo atual ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello.

“Agradeço ao ministro interino Eduardo Pazuello pelo convite para ser Conselheiro do Ministério da Saúde, mas não seria coerente ter deixado o cargo de Ministro da Saúde na semana passada e aceitar a posição de Conselheiro na semana seguinte”, afirmou Teich.

No dia 15 de maio, Nelson Teich pediu demissão do cargo, onde permaneceu por 29 dias. “É o dia mais triste da minha vida. Não vou manchar a minha história por causa da cloroquina”, afirmou na época.

“Quando assumi o MS [Ministério da Saúde], o objetivo era trazer um modelo de gestão mais técnica, que aumentasse a eficiência do Sistema e melhorasse o nível de saúde da sociedade”, declarou.

Enquanto esteve no cargo, Teich enfrentou divergências com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que defendia mudanças no protocolo do uso da hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com Covid-19. O ministro foi contra a decisão, pelo fato do medicamento não ter a sua eficácia cientificamente comprovada.

“Desejo ao Ministro Interino Eduardo Pazuello todo o sucesso na condução do Ministério da Saúde e estou à disposição para que a transição aconteça da melhor forma possível”, concluiu.


Diretora da Faculdade de Medicina da Ufal morre com Covid-19

Professora e Diretora da Famed/Ufal morreu com Covid-19 nesta sexta (22) — Foto: Ascom/Ufal
Professora e Diretora da Famed/Ufal morreu com Covid-19 nesta sexta (22) — Foto: Ascom/Ufal

Morreu na tarde desta sexta-feira (22) Iasmin Duarte, professora e diretora da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Ela estava internada em um hospital particular de Maceió com Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, desde o dia 15 de maio. A informação foi confirmada pela Ufal.

O sepultamento ocorre nesta sexta, no cemitério Parque das Flores. Por causa das normas para sepultamentos no período da pandemia do novo coronavírus, não haverá velório, e a quantidade de pessoas é limitada.

A reitoria decretou luto de três dias por causa do falecimento da professora. O reitor, Josealdo Tonholo se manifestou sobre a perda.

“Estamos todos muito tristes. Perdemos um ser de luz! A Ufal está em luto! A classe médica de Alagoas perde uma referência. Nós perdemos uma amiga!”, afirmou o reitor.

“Lamentável a partida da professora Iasmin. Estou muito triste mesmo, sem chão. Enfim, jamais esquecerei seu olhar carinhoso e seu jeito afetuoso. Sentirei muita falta dela”, lamentou a vice-reitora da Ufal, Eliane Cavalcanti.

A Faculdade de Medicina da Ufal emitiu nota de pesar.

“Com profunda tristeza, a Faculdade de Medicina informa sobre o falecimento de sua diretora, a professora Iasmin de Albuquerque Cavalcanti Duarte, hoje, dia 22 de maio de 2020. Poucas pessoas podem ser consideradas uma unanimidade e a professora Iasmin era uma delas: respeitada, admirada e amada por todos. Hoje a Famed perda aquela que considerava uma mãe”, diz a nota.

A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas também emitiu nota de pesar. “Deixa muita saudade a todos que a conheciam, por ser uma pessoa muito querida”, diz trecho da nota.

Iasmin de Albuquerque Cavalcanti Duarte era professora da Faculdade de Medicina da Ufal, especialista em Fisiologia e em Pediatria. Também era Doutora em Medicina Tropical, pela Universidade Federal de Pernambuco.


Equipamentos da UCI começam a chegar na UPA de Palmeira dos Índios

Equipamentos da UCI começam a chegar na UPA de Palmeira dos Índios – Foto: Assessoria

A Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) que será implantada na UPA de Palmeira dos Índios já começa a tomar forma. Nesta quinta-feira (22), à noite, a primeira remessa de equipamentos cedidos pelo Governo do Estado de Alagoas chegou ao município.

Foram recebidos camas mecânicas, oxímetros de pulso para dedo, cabos para laringoscópio, lâminas curvas nº 2, lâminas reta, e mesas Mayo. O prefeito Júlio Cezar e o secretário interino Diorgenes Costa estiveram na UPA para receber os equipamentos e agradeceram ao governador Renan Filho e ao secretário de Saúde Alexandre Ayres por mais uma parceria neste momento difícil de pandemia.

O prefeito Júlio Cezar destacou a importância de somar esforços com as parcerias certas para combater o coronavírus no município.

“Agradecemos a parceria com o governador Renan Filho e o secretário de Estado da Saúde Alexandre Ayres. Vamos reestruturar a UPA com uma UCI toda equipada para atender aos nossos pacientes e ser referência para toda a 8ª Região da Saúde, neste momento de guerra contra a Covid-19. Palmeira dos Índios tem mostrado garra e estamos com as parcerias certas, ampliando nossos serviços e nossa equipe de profissionais. Em breve, estaremos entregaremos a UCI toda montada para a população”, disse Júlio Cezar.

Equipamentos da UCI começam a chegar na UPA de Palmeira dos Índios – Foto: Assessoria

Mais de 3 mil pessoas já estão curadas do Coronavírus em Alagoas

Mais de 3 mil pessoas já estão curadas do Coronavírus em Al

O Boletim Epidemiológico desta sexta-feira (22/05) confirma mais 386 casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 5.302 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 1.733 estão em isolamento domiciliar e 249 internados em leitos públicos e privados. Outros 3.040 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 1.615 casos em investigação laboratorial. Foram registradas mais 18 mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 280 óbitos por Covid-19.

Em relação aos 18 óbitos confirmados, laboratorialmente, em decorrência da Covid-19, quatorze são de pessoas que residiam em Maceió, com nove mulheres de 71, 48, 83, 82, 85, 62, 59, 55 e 60 anos como vítimas; e cinco homens com idades de 77, 81, 67, 61 e 30 anos.

A mulher de 71 anos tinha doença renal crônica e faleceu no Hospital da Mulher; a vítima de 48 era diabética e faleceu na UPA do Jacintinho; a mulher de 83 tinha Alzheimer e diabetes e faleceu na UPA do Benedito Bentes; a vítima de 82 anos era hipertensa e faleceu na UPA do Trapiche; a mulher de 85 anos tinha doença cardíaca crônica e faleceu no Hospital da Mulher; a vítima de 62 anos era diabética e faleceu na UPA do Trapiche; a mulher de 59 anos não tinha registro de comorbidades e faleceu na UPA do Tabuleiro; a vítima de 55 anos era hipertensa e faleceu no Hospital Geral do Estado; e a mulher de 60 anos era hipertensa e faleceu na UPA do Tabuleiro.

Quanto aos homens que moravam em Maceió, a vítima de 77 anos era diabético e faleceu na UPA do Benedito Bentes; o homem de 81 era hipertenso e faleceu na UPA do Tabuleiro; o homem de 67 anos era obeso e diabético e faleceu no Hospital Veredas; o homem de 61 anos era hipertenso e faleceu na UPA do Trapiche; o homem de 30 anos não tinha comorbidades e faleceu no Hospital Geral do Estado.

Mais quatro vítimas da Covid-19 eram de pessoas que moravam no interior do Estado. O homem de 64 anos, morador de Ibateguara, tinha diabetes e hipertensão e faleceu no Hospital Geral do Estado; o homem de 74 anos de Senador Rui Palmeira não tinha comorbidades e faleceu na Santa Casa de Maceió; o homem de 69 anos de Satuba era diabético e faleceu na UPA do Benedito Bentes; a mulher de 65 anos de Ibateguara tinha doença cardiovascular crônica e também faleceu no Hospital Geral do Estado.


Palmeira dos Índios 76 casos confirmados e 15 casos suspeitos de Covid-19

Palmeira dos Índios 76 casos confirmados e outras 15 casos suspeitos de Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mantém atualizadas as últimas notícias sobre o novo coronavírus e informa que o município tem 76 pessoas infectadas e outras 15 suspeitas de terem contraído a doença. Nesta sexta (22), a Vigilância em Saúde notificou mais um caso positivo.

Já o Disque Denúncia Covid-19 recebeu 24 ligações. A Vigilância em Saúde informa que, até ontem, tinha 177 monitorados. Com as visitas, foram incluídas 36 novas pessoas para monitoramento e 19 receberam alta do isolamento social, em um total de 190 monitorados.

Até o momento foram testadas 589 pessoas. Nesse total estão incluídos os resultados de exame SWAB (PCR) e testes rápidos. A SMS informa que 6 pessoas estão hospitalizadas devido ao coronavírus.

Diante disso, é extremamente importante que pessoas recém-chegadas, ou que chegaram de viagem de outros estados, ou países, comuniquem às autoridades sanitárias.

A equipe da Vigilância continua com as visitas às pessoas que voltaram de viagens de locais e que apresentam pessoas com sintomas ou casos confirmados da doença, para notificar e isolar os infectados.


Palmeira é o primeiro município a lançar Painel que monitora casos de Covid-19

Palmeira é o primeiro município a lançar Painel que monitora casos de Covid-19 – Foto: Assessoria

Com o objetivo de tornar mais fácil o acesso às informações referentes à Covid-19, o novo coronavírus, para a população de Palmeira dos Índios, foi lançado nesta sexta-feira (22), um painel interativo com informações atualizadas e a situação do vírus no município.

O Painel Covid-19 Palmeira foi desenvolvido por um grupo de alunos e egressos do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), Campus Palmeira, sob a supervisão da professora Sheyla Marques, e será gerenciado pela Secretaria Municipal do Planejamento, em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde.

A proposta é oferecer mais transparência dos dados relacionados à pandemia, com indicações georreferenciadas dos casos nos bairros da cidade, além de mais informações detalhadas para auxiliar na proteção dos cidadãos. Palmeira é o primeiro e único município do Estado a contar com uma ferramenta desse tipo para monitorar os casos da doença.

Atualmente, apenas o Governo do Estado conta com uma plataforma semelhante a esta. Uma segunda fase do projeto também está em desenvolvimento e deve entrar no ar no mês de junho. O Painel Covid-19 Palmeira dos Índios já está disponível e pode ser acessado pelo site da prefeitura, na aba que já reúne informações sobre a pandemia na cidade. O site do Ifal Campus Palmeira dos Índios também disponibiliza o acesso ao painel.

A plataforma desenvolvida pelos egressos do curso de Engenharia Civil do Ifal Palmeira Emanuel Amaral e o irmão Pablo Amaral Engenheiro de Petróleo, contou com a colaboração de membros do Grupo de Estudos de Tecnologias para Construção Civil/GETECC-IFAL para efetivar o mapeamento do município e cadastrar os casos da doença, registrados até a data da entrega do aplicativo ao governo municipal.

No comando do grupo de pesquisa, a professora Sheyla Marques destacou a importância da plataforma para melhor informar a população. “Agora, as pessoas vão conseguir acompanhar qual bairro tem mais casos, onde a situação está mais crítica e que faixa etária está sendo mais atingida”, explicou a docente.

De acordo com os desenvolvedores, o escopo da ferramenta foi montado para tentar automatizar o monitoramento do coronavírus, com base nos boletins epidemiológicos divulgados pelo estado. Por meio de um sistema interativo conhecido como Power BI, os dados lançados geram relatórios gráficos automaticamente e a população pode ter acesso à informação em tempo real, inclusive sobre como os casos estariam espalhados geograficamente pela cidade. “Ao passo em que se preenche uma planilha, os gráficos são gerados e se tem à disposição os dados para monitoramento”, reforçou Sheila Marques.

O Painel mostrará dados com o número atualizado de casos confirmados e de óbitos por coronavírus em Palmeira dos Índios, o gênero e a faixa etária desses casos, entre outros pontos. Além disso, a população poderá, por meio do painel de monitoramento, acompanhar a curva da evolução dos casos e o número de novos casos por dia. Informações mais detalhadas poderão ser obtidas através de filtros que podem ser acessados pelo cidadão. Gerenciada a partir de agora pela Secretaria do Planejamento, a plataforma dispõe também de mapas que auxiliam a visualização dos casos de forma mais dinâmica e ajudam o cidadão a perceber onde estão os casos no espaço geográfico da cidade.

A atualização será diária a partir das informações da Vigilância epidemiológica da Secretaria de Saúde. “Em um momento difícil como este que passamos, toda informação de qualidade é essencial para manter o cidadão informado. A luta é contra um inimigo invisível e esse painel permite ao cidadão ter uma noção atualizada constantemente de quantos são e onde estão os casos. Dessa forma, é como se permitisse a cada pessoa enxergar aquilo que a invisibilidade do vírus torna oculto e, assim, saber que precisa se proteger da forma que puder. Por isso, estaremos gerenciando essas informações”, explicou o secretário do Planejamento, Adalberon Sá Júnior.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2020 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey