Walter Franco, cantor e compositor, morre aos 74 anos

Walter Franco — Foto: Divulgação/Marcelo Macaue
Walter Franco — Foto: Divulgação/Marcelo Macaue

Walter Franco, cantor e compositor paulistano, morreu nesta quinta-feira (24), aos 74 anos. Ele estava internado desde o começo do mês após sofrer um AVC.

“Franco partiu tranquilamente, nos deixando nessa madrugada”, disse a família, no perfil oficial do artista nas redes sociais.

O velório acontece até as 19h na Funeral Home, na Bela Vista, em São Paulo. Depois, o corpo será cremado no Crematório Vila Alpina.

Mauro Ferreira: Wallter Franco, uma cabeça pensante associada à MPB de vanguarda
Franco deixa uma obra chamada de vanguardista, por estar à margem da MPB dominante na década de 1970.

Ele nasceu em São Paulo, em janeiro de 1945. Estudou artes cênicas na Escola de Artes Dramáticas da Universidade de São Paulo, onde começou a compor músicas para peças de teatro.

Walter Franco — Foto: GShow / Reprodução vídeo

Após participar de festivais universitários no final da década de 1960, ganhou fama participando dos festivais de música brasileira, populares nas décadas de 1970 e 1980.

Suas principais composições são “Vela aberta”, “Cabeça”, “Serra do luar”, “Feito gente”, “Canalha” e “Coração tranquilo”. Com elas, foi finalista e ganhou prêmios nos festivais.

O músico tem seis discos: “Ou Não” (1973), “Revolver” (1975), “Respire Fundo” (1978), “Vela Aberta” (1979), “Walter Franco” (1982) e “Tutano” (2001).

Desde 2018, Franco trabalhava no álbum com músicas inéditas “LISTEN – ResiLIência e ResiSTÊNcia”, em parceria com o filho, Diogo Franco.


Deixe uma resposta