Veja o que vai movimentar o mercado do milho a partir desta segunda

A partir desta segunda-feira, 21, o mercado de milho continuará de olho no clima do Meio-Oeste dos Estados Unidos, que já enfrentaram episódios de neve nos últimos dias. A expectativa é de que o frio permaneça e impacte nas cotações em Chicago. Um possível atraso na colheita pode gerar uma produtividade ainda menor.

Acompanhe abaixo os fatos que deverão merecer a atenção do mercado de milho na semana. As dicas são do analista da Safras Consultoria, Paulo Molinari.

  • O mercado permanece focado no clima no Meio-Oeste norte-americano, com modelos climáticos apontando para frio intenso em toda a região;
  • Os modelos ainda indicam para possibilidade de geadas em Iowa e Ohio. Enquanto em Wisconsin, Dakota do Sul e Dakota do Norte segue com possibilidade de neve;
  • Essa situação se torna especialmente preocupante avaliando o atraso da colheita, com possibilidade de uma produtividade ainda menor, com o frio causando severo dano nas lavouras;
  • Nesse contexto os relatórios semanais de evolução da colheita e condição das lavouras seguem preponderantes para a formação de tendência de curto prazo, oferecendo um importante norte para o mercado;
  • O mercado brasileiro de milho segue centrado na decisão de venda do produtor;
  • Basicamente, o regime de chuvas permanece irregular em grande parte do Centro-Oeste, levando à grande preocupação em relação ao primeiro quadrimestre de 2020;
  • Nesse cenário, os preços domésticos seguem em franco processo de descolamento, experimentando consistente movimento de alta.

Deixe uma resposta