Ucrânia decreta emergência e se prepara para invasão russa

Ucrânia decreta emergência e se prepara para invasão russa

O parlamento da Ucrânia aprovou nesta quarta-feira (23) um pedido do governo de Volodymir Zelensky para para a criação de um estado de emergência em toda a Ucrânia.

A medida atual não leva em conta as duas províncias separatistas de Luhansk e Donetsk, que já vivem esta situação desde 2014, com o início das disputas territoriais.

O pedido do presidente ucraniano ocorre em meio a uma escalada de tensões após o governo russo reconhecer a independência das províncias rebeldes do leste.

Além disso, os países do ocidente, liderados pelos Estados Unidos alertam para uma possível ofensiva militar em larga escala da Rússia contra a Ucrânia.

O que é estado de emergência?

Ao decretar estado de emergência, um país pode – em momentos de catástrofe, ataque ou guerra – tomar decisões de uma forma mais centralizada.

Com a decisão aprovada pelo parlamento, o presidente Zelensky recebe por 30 dias plenos poderes para lidar com a crise na região.

“Países que passam por momentos excepcionais costumam fazer isso”, disse o professor de Relações Internacionais Oliver Stuenkel à Globo News. “Isso habilita o governo de tomar decisões de maneira um pouco mais centralizada, mais rápida.”

O pesquisador disse também que com o decreto de estado de emergência, é possível que as forças armadas possam chegar a ter um papel mais ativo no dia a dia.

Além disso, o governo terá poder de limitar a congregação de pessoas – e isso pode ser encarado como uma espécie de preparação para uma possível invasão Russa.


Deixe uma resposta