Tribunal russo condena viúva de principal opositor de Putin por participar de grupo “extremista”

Por: Pedro Ivon com CNN Brasil
 / Publicado em 09/07/2024

Yulia Navalnaya | Foto: Yves Herman/Reuters (19 de fevereiro de 2024)

Nesta terça-feira (9), um tribunal de Moscou condenou Yulia Navalnaya, viúva do principal opositor de Putin, Alexei Navalny, a cumprir pena de dois meses sob acusação de participar de um grupo “extremista”.

Navalnaya não está na Rússia, então não deve cumprir qualquer período de detenção por enquanto. Caso decida voltar ao país, ela deve ser presa.

No X, a mulher disse a seus apoiadores que se concentrassem na batalha contra o presidente Vladimir Putin.

“Quando vocês escreverem sobre isso, por favor, não se esqueçam de escrever o principal: Vladimir Putin é um assassino e um criminoso de guerra”, declarou. “Seu lugar é na prisão, e não em algum lugar em Haia, em uma cela aconchegante com televisão, mas na Rússia, na mesma colônia (penal) e na mesma cela de dois metros por três na qual ele matou Alexei”.

Alexei Navalny, marido falecido de Yulia, morreu em uma prisão no Ártico, em fevereiro deste ano. O Kremlin negou qualquer envolvimento na morte dele.

Deixe uma resposta

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram