Três alvos da operação ‘Sem Fronteiras’ comandavam o tráfico de drogas de dentro do Sistema Prisional de Alagoas

Foto: SSP

Três alvos da operação Sem Fronteiras, realizada pelas polícias Civil e Militar nas cidades de Maceió e Palmeira dos Índios, comandavam o tráfico de drogas de dentro do Sistema Prisional de Alagoas, onde já estavam presos. Ao todo, 16 pessoas foram presas na operação.

As investigações foram realizadas pela Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC), da Polícia Civil, em parceria com o 10º Batalhão da Polícia Militar.

O coordenador da DEIC, delegado Gustavo Xavier, informou que todos os presos na operação têm ligação com o tráfico de drogas. Alguns cometeram outros crimes como homicídio, que também estão relacionados ao tráfico de entorpecentes.

“Dessas 16 [pessoas presas na operação], três já estavam no Sistema Prisional. O foco foi prender quem estava traficando, com base em informações do Serviço de Inteligência e elementos técnicos também que a gente investigou”, disse o delegado.

A 17ª Vara Criminal da Capital expediu 36 mandados, sendo 19 de prisão e 17 de busca e apreensão. Em Maceió, os mandados foram cumpridos no bairro do Clima Bom. Já em Palmeira dos Índios, a ação policial foi realizada nos bairros Alto do Cruzeiro, Tenório Cavalcante, Centro, São Francisco e Vila João XXVIII.

A operação contou com a participação de policiais do 10º Batalhão, da Companhia de Operações Especiais do Sertão (COPES), do 4º Batalhão, Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv), além de agentes da DEIC, da 5ª Delegacia Regional de Palmeira dos Índios e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).


Deixe uma resposta