Thomaz Nonô elogia atuação do Governo Bolsonaro durante pandemia

Thomaz Nonô – Foto: Sandro Lima/TribunaHoje

O secretário municipal de saúde de Maceió, Thomaz Nonô, publicou um vídeo em seu perfil nas redes sociais elogiando a atuação do Governo Bolsonaro durante a pandemia. Segundo Nonô, a prefeitura de Maceió tem, em caixa, recurso em torno R$ 33 milhões encaminhados pelo Governo Federal para o município combater a doença.

Além do valor enviado à capital alagoana, que atualmente tem quase 23 mil casos confirmados da doença, o secretário destaca o auxílio emergencial como uma ação positiva da gestão Bolsonaro. “É inegável também que esse auxílio de R$600,00 vem pra uma camada da população que nunca recebeu isso, ou quase nunca. É exatamente uma parcela da população desempregada, subempregada e pra eles de uma certa forma é uma injeção de recursos abençoada”, diz.

Ao longo do vídeo, ele também alfineta a ex-presidente Dilma Roussef, os governos do PT, a Rede Globo, assim como parabeniza o presidente e seu corpo de ministros: “Acabou com a roubalheira”, afirma Nonô.

Outro apontamento é destinado aos governadores estaduais. “Se manda recursos e o cara rouba, como tá se vendo em alguns estados, não é culpa do Bolsonaro, é culpa do ladrão. Aliás, em alguns estados os ladrões são os mesmos, às vezes filhos, às vezes sucessores da mesma turma que gosta de mamar em qualquer governo”.

A única crítica direcionada ao presidente é sobre o não uso de máscara durante reuniões públicas. Mas Nonô logo explica que conhece o presidente e que ele é exatamente o que mostra ser, um homem de extrema direita, apegado às raízes militares e que “gosta de provocar”.

Recursos

Segundo o Portal da Transparência de Maceió, consultado nesta segunda-feira (03), o município já recebeu R$ 174.385.976,07 de recursos para o combate à Covid-19. Desses, o Portal aponta que foram empenhados R$ 76.916.264,69 em despesas, mas não especifica exatamente em quê.

Após tantos elogios ao presidente da república, o secretário encerra o vídeo sem mencionar onde vai gastar os R$ 33 milhões que tem em caixa para Saúde Pública.

Texto por: Política Alagoana


Deixe uma resposta