Teste de Fidelidade e romance com estrela global: João Kleber abre o jogo para Neto

João Kleber conversa com Neto no quadro 10 a 1 – Foto: Reprodução/Craque Neto 10

As cenas são conhecidas: um casal brigando no palco do programa de TV após a descoberta de uma traição, com troca de xingamentos e tentativas de agressão. Apesar da contumaz confusão com o Teste de Fidelidade, o comandante de tudo isso, João Kleber, garante que nunca teve problemas mais sérios com o quadro, em que atrizes seduzem vítimas do falso affair. Já com as pegadinhas a história é diferente, como o apresentador revelou em entrevista ao Craque Neto no canal do ex-jogador no YouTube.

“Tive pouco problema com o Teste de Fidelidade. Uma vez a Márcia [sedutora] foi agredida, um cara se apaixonou por ela, e uma mulher quis agredir a sedutora. Tive mais problemas com as pegadinhas. Humoristas já apanharam na rua e uns foram presos”, disse o apresentador da Rede TV no quadro “10 a 1”, do canal Craque Neto 10.

João Kleber contou do início da carreira, aos 17 anos, na TV Globo. Na emissora, engatou um romance com Beth Faria, na época em que a atriz brilhava como protagonista da novela “Tieta”, e ele era um jovem iniciante, cerca de 15 anos mais jovem.

“Eu me apaixonei. É uma mulher maravilhosa, minha grande amiga, uma senhora hoje. Eu tinha 20 e poucos anos e ela estava no auge, dando um show na novela. Todo mundo querendo pegar a Beth e eu namorava ela”, recorda-se João Kleber, que diz ter saudades do Rio de Janeiro de outras épocas.

Ao Neto, o apresentador lembrou de uma festa com os então jogadores Renato Gaúcho, Casagrande, Leandro e Pedrinho Vicençote. “Nem te conto, porque aí vai sair tudo do ar. Bons tempos do Rio de Janeiro”, diz, saudoso.

Kleber ainda reclamou do seu São Paulo e cornetou o técnico Fernando Diniz pela eliminação no Campeonato Paulista, diante do Mirassol, e fez uma sugestão à Band.

“Bota o Neto [em um programa] domingo à tarde que vai incomodar muito nego aí”, prevê.

 


Deixe uma resposta