Subtenente da PM de Alagoas morre vítima de Covid-19; corporação faz homenagem; veja vídeo

O subtenente José Romildo Nogueira, faleceu aos 56 anos vítima do novo coronavírus.
O subtenente José Romildo Nogueira, faleceu aos 56 anos vítima do novo coronavírus – Foto: Divulgação / PM-AL

O subtenente da Polícia Militar de Alagoas (PM/AL), José Romildo Nogueira, 56 anos, faleceu na tarde deste sábado (25), em decorrência de complicações provocadas pela Covid-19. O militar, da reserva remunerada, estava internado no Hospital Veredas, em Maceió, desde a última segunda-feira (20).

Romildo Nogueira apresentava uma Síndrome Respiratória Aguda Grave, um dos sintomas apresentados pelo novo coronavírus.

Há uma semana, o militar passou mal em casa, foi encaminhado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde realizou e exames que atestaram complicações respiratórias e detectou a contaminação de Covid-19. Nogueira foi transferido para o Hospital Vereda, onde permaneceu internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), até este sábado, quando faleceu.

O subtenente, é o primeiro militar de Alagoas que morre com a doença. Outros dois militares infectados pelo coronavírus permanecem internados.

Em nota, a Associação das Praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de Alagoas (Aspra/AL) lamentou, com profundo pesar, a morte do subtenente, que era um de seus sócios.

Para o presidente da Aspral/AL, sargento Wagner Simas Filho, a morte do militar reforça o alerta e a cobrança que ele tem feito ao governo de Alagoas, para garantir o aparato necessário para proteger a vida dos profissionais da segurança pública do Estado, que não podem parar as atividades durante a pandemia.

“Nossas sinceras condolências aos familiares do subtenente Nogueira, um amigo, colega de farda e sócio com um senso de humor incrível e que, infelizmente, não conseguiu vencer esta guerra contra o coronavírus. Estamos todos de luto”, lamentou Simas, em nota.

Na noite deste sábado, o 5º Batalhão de Polícia Militar (5ºBPM), localizado no bairro Benedito Bentes, parte alta de Maceió, prestaram uma homenagem ao subtenente.

A corporação enfileirou as viaturas e, com as sirenes ligadas, a tropa prestou continência durante a passagem do carro funerário que transportava o corpo do militar.


Deixe uma resposta