Senador Fernando Collor é alvo de operação da Polícia Federal por lavagem de dinheiro

Senador Fernando Collor é alvo de operação da PF por lavagem de dinheiro – imagens da Internet

O Senador Fernando Collor (Pros-AL) é alvo da operação Arremate, da Polícia Federal, na manhã desta sexta-feira (11), em Maceió/AL e em Curitiba/PR, por suspeita de envolvimento em um esquema de lavagem de dinheiro por meio de compras de imóveis em leilões públicos. Os mandados de busca e apreensão foram autorizados pelo Supremo Tribunal Federal. Os valores das arrematações sob investigação são de aproximadamente R$ 6 milhões, sem as correções monetárias.

As investigações têm por objetivo identificar e comprovar o provável envolvimento de uma autoridade pública como responsável por arrematações de imóveis em hastas públicas ocorridas nos anos de 2010, 2011, 2012 e 2016, utilizando-se de um “laranja” com o objetivo de ocultar a sua participação como beneficiário final das operações. Essas compras serviriam para ocultar e dissimular a utilização de recursos de origem ilícita, bem como viabilizar a ocultação patrimonial dos bens e convertê-los em ativos lícitos.

Estão sendo cumpridos 16 mandados de busca e apreensão nas cidades de Maceió/AL e Curitiba/PR com o objetivo de arrecadar elementos de prova relacionados aos fatos investigados. Para o cumprimento das diligências, 70 policiais federais participam das diligências nos dois Estados.

Os envolvidos poderão responder na medida de suas responsabilidades pelos crimes de: Lavagem de Ativos, Corrupção Ativa, Corrupção Passiva, Peculato, Falsificações e pelo tipo penal de Integrar Organização Criminosa.

Escritório no Farol

No início da manhã de hoje, policiais federais estiveram, com carros descaracterizados, num escritório de engenharia de construção, no bairro Farol, em Maceió. Documentos e materiais eletrônicos foram verificados pelos agentes.

 

 

 

*  Com TNH1


Deixe uma resposta