Romero Britto diz que vídeo de mulher quebrando escultura é de 2017

Romero Britto diz que vídeo de mulher quebrando escultura é de 2017

O pintor Romero Britto divulgou uma nota, neste sábado (15), para dar sua versão sobre um vídeo em mostra uma mulher quebrando uma de suas esculturas em Miami, nos Estados Unidos. No texto, Britto afirma que o vídeo é de 2017 e que foi vítima de uma pessoa que foi até sua galeria para propositalmente quebrar a peça.

“Fui vítima de uma pessoa que foi a uma das minhas galerias e quebrou uma arte que havia ganhado. Uma peça pesada de porcelana que ao quebrar em pedaços poderia causar danos a mim. É lamentável, mas a integridade física das pessoas foi colocada em risco naquele momento”, diz a nota publicada no Instagram do artista.

“Infelizmente existem pessoas que querem ficar famosas às custas de outros”, afirma. O artista pernambucano também diz que a internet é muitas vezes injsuta e que as pessoas não se preocupam com a verdade. Romero Britto não faz menção à acusação da mulher de que ele foi desrespeitoso com os funcionários do restaurante dela.

O vídeo foi publicado no aplicativo TikTok na quinta-feira (13) e mostra a mulher quebrando uma escultura de Romero Britto na frente do artista. O momento foi registrado por Faye Pindell, que trabalha como assistente na galeria Britto Central, em Miami, nos Estados Unidos.

Ela afirma no vídeo que no fim de todo mês é organizado um encontro “meet & greet” do artista com as pessoas que compraram seus quadros e esculturas. De acordo com a loja oficial do artista, a escultura “Big Apple” em porcelana fina custa US$ 4,8 mil, que equivale a cerca de R$ 25.800.

Na nota, Britto afirma que não admite desrespeito e “jamais teve a intenção de desrespeitar alguém”. “A internet é muitas vezes injusta e as pessoas não estão preocupadas com a verdade. Gostam de confusão, drama, negatividade e de julgar sem analisar fatos”.


Deixe uma resposta