PRF prende duas pessoas por receptação nas BRs 101 e 316, em Alagoas

Foto: Arquivo/PRF

Duas pessoas foram presas por receptação de veículos, e uma motocicleta roubada foi recuperada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta segunda-feira (01). Em um dos casos também foi identificado o uso de documento falso.

Por volta das 15 horas a equipe fiscalizava no km 174 da BR 101, em Teotônio Vilela, e abordou uma motocicleta Kasinski, de cor vermelha e sem placa. Após verificação da documentação do veículo e da motorista, os policiais recolheram o veículo por irregularidades administrativas.

Já com a moto no pátio, os policiais conseguiram verificar os seus sinais identificadores, sendo constatada uma ocorrência de roubo/furto. Diante dos fatos, o veículo foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de São Miguel dos Campos para procedimentos cabíveis.

A segunda ocorrência aconteceu no km 83 da BR 316, em Santana do Ipanema. Por volta das 20 horas, a equipe abordou um veículo Corolla, de cor branca. O motorista apresentou a documentação solicitada pelos policiais, que em seguida averiguaram os sinais identificadores do carro. Foi neste momento em que constataram indícios de adulterações.

Os agentes acabaram por descobrir que se tratava de outro carro roubado em São Paulo no ano de 2015. Ao ser questionado, o motorista alegou que comprou o veículo em Arapiraca pelo valor de R$ 65.000,00. Perante as informações, o homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Delmiro Gouveia. Ele vai responder por receptação de veículo.

O último caso registrado ocorreu por volta das 20h30. Os policiais receberam uma denúncia sobre a localização de um veículo Ônix, de cor branca, que teria se evadido de uma cena de acidente ocorrida há alguns dias. Ao chegar à residência do motorista, em Santana do Ipanema, os PRFs realizaram o questionamento sobre o acidente e em seguida foi realizada fiscalização das documentações pessoais e veicular.

O CRLV apresentava indícios de dados inseridos de forma falsa, assim como os sinais identificadores do veículo mostravam adulterações. Desta forma, foi identificado no sistema que se tratava de um veículo com queixa de roubo, registrada em Recife/PE. Após questionado, o condutor alegou que comprou o veículo em um site de vendas e pagou à vista o valor de R$42.000,00.

Diante dos fatos, o homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Delmiro Gouveia. Ele vai responder por uso de documento falso e por receptação de veículo.


Deixe uma resposta