Políticos já se articulam com vistas às eleições de 2020

Acordos, alianças, conchavos, utilização de Partidos, construção de coligações, etc. Tudo isso tem movimentado, cada vez mais cedo, o seio e os bastidores políticos – além de tirar o sono de muitos – o meio político em relação às próximas eleições municipais. Sem falar que, desse pleito, também depende diretamente as eleições de dois anos depois, pois os resultados refletiram sobremaneira nas intenções eleitorais da disputa seguinte.

Podemos destacar, inclusive, a questão da instituição “REELEIÇÃO”. Os que já estão no poder, e podem concorrer novamente, não abrem mão de se reeleger; os que já cumpriram o segundo mandato, apresentarão candidatos de seu agrado e que atendam às suas conveniências e interesses; afinal nenhum deles quer ficar sem, além do cargo, o poder. Com alguém supostamente de sua confiança, eles podem exercer influência e até domínio junto a estes escolhidos.

No caso particular de Palmeira dos Índios e região, é visível a preocupação da população, se é viável e interessante para os municípios a reeleição ou mesmo a indicação dos atuais prefeitos para o seu desenvolvimento, ou não, valendo salientar que muitos amargam um desgaste natural ou provocado pela má atuação e gestão. As sondagens e pesquisas já permeiam o processo e começam a dar a ideia do que os mesmos irão enfrentar e como proceder daqui para a frente. Lamentável é que os interesses pessoais estarão sempre em primeiro lugar, e durante essa batalha, o povo começa a ser “valorizado”, pela importância do voto, é claro. Porém, muita água ainda vai rolar por baixo dessa ponte até as eleições. Os quadros que hoje se formam deverão ainda sofrer algumas mudanças, talvez até radicais.


Deixe uma resposta