Policial federal preso acusado na morte de filha é solto após habeas corpus do STJ

Policial federal suspeito de matar filha no Acre é preso em Maceió, AL

O policial federal Dheymerssonn Cavalcante dos Santos preso ontem acusado na morte da filha de 2 meses foi liberado da sede da Polícia Federal após Superior Tribunal de Justiça (STJ) conceder um habeas corpus ao seu favor.

Dheymerssonn Cavalcante foi localizado em um hospital na capital quando foi abordado pelos agentes e preso. Familiares contestam a forma como o policial foi retirado da unidade de saúde e cobram explicações da superintendência da PF em Alagoas.

A PF informou que não irá se posicionar sobre o caso uma vez que, a prisão de Dheymerssonn de seu por uma conduta própria e não institucional ou funcional, explicou a assessoria.

A defesa do policial já havia recorrido ao STJ pedindo o habeas corpus preventivo e decisão saiu nesta quinta-feira (10).

O caso

Dheymerssonn Cavalcante dos Santos

No dia 08 de março, o policial federal Dheymerssonn Santos, teria dado uma quantidade extrema de leite artificial à sua filha Maria Cecília, de apenas 2 meses de vida o que teria provocado a morte da criança.

Dados do IML apontaram que a bebê teria falecido após ter as vias respiratórias obstruídas pelo leite ingerido exageradamente.

A mãe da criança chegou a declarar que Dheymerssonn, junto com sua mãe Maria Gorete, que também foi indiciada por homicídio qualificado e ambos teriam premeditado a morte da criança para não ter que pagar pensão alimentícia.

 

 

*  Com Cada Minuto


Deixe uma resposta