Policiais civis anunciam paralisação das atividades até sexta-feira (11)

Policiais civis anunciam paralisação das atividades até sexta-feira (11)

Os policiais civis de Alagoas decidiram paralisar as atividades até a próxima sexta-feira (11), após o governador Renan Filho (MDB) não cumprir a promessa de enviar dois projetos de lei à Assembleia Legislativa (ALE), referente ao reajuste de 15% nos salários e garantia da verba para a vestimenta dos servidores.

 A categoria decidiu pela paralisação dos serviços nesta segunda-feira (7), além de aprovar a realização de atos públicos em frente ao Palácio do Governo.

Com a deflagração da paralisação, os policiais civis somente poderão fazer os flagrantes, Boletim de Ocorrência de Serviço de Verificação de Óbito (SVO) e de estupro, local de crime, audiência de custódia e a garantia das prerrogativas dos advogados. Assim que o governador Renan Filho enviar os projetos de leis, a paralisação e os atos públicos serão suspensos.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol), Ricardo Nazário, revelou que a categoria está insatisfeita com o descumprimento do acordo por parte do governo Renan Filho, que deveria ter implementado o reajuste salarial em janeiro deste ano.

O primeiro ato público da categoria acontecerá nesta terça-feira (8), na porta do Palácio do Governo, a partir das 8 horas.


Deixe uma resposta