Polícia Rodoviária Federal prende cinco pessoas neste final de semana em Alagoas

Polícia Rodoviária Federal prende cinco pessoas neste final de semana em Alagoas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Alagoas prendeu cinco pessoas durante este final de semana no Estado. Os crimes foram os de entregar veículo a condutor não habilitado, compra de votos, embriaguez ao volante e receptação. As ocorrências aconteceram nas BRs 316, 101 e 423.

A primeira ocorrência aconteceu no sábado (14), por volta das 15h30, no km 138 da BR 316, município de São Miguel dos Campos/AL.

A equipe de policiais realizava uma ronda no trecho quando abordou um ciclomotor Wuyang Phoenix, de cor vermelha, sem placa.

Ao ser questionado quanto à documentação pessoal e do veículo, o condutor alegou que não estava em posse delas e que dirigiu até aquela localidade apenas para abastecer, a pedido de seu sogro que era o proprietário do ciclomotor e que, segundo o homem, sabia de sua condição de inabilitado.

Durante os procedimentos de fiscalização, o dono do veículo compareceu à Unidade Operacional da PRF em São Miguel dos Campos/AL e confirmou a versão do motorista sobre os fatos ocorridos.

Diante das informações apuradas, foi constatado o crime de entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada e lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) após o proprietário se comprometer a comparecer em juízo.

A segunda ocorrência aconteceu também no sábado (14), por volta das 19 horas, no km 205 da BR 101, município de São Sebastião/AL.

Os agentes avistaram um veículo Gol, de cor prata, tentando realizar o retorno após identificar a fiscalização a frente. Após a abordagem, os agentes realizaram os procedimentos de verificação no veículo, momento em que encontraram em posse dos dois ocupantes do carro uma quantia de R$3.300,00 em espécie e uma lista com nomes e números de títulos de eleitor.

Questionado sobre a origem do dinheiro, o motorista afirmou que o montante foi entregue por um homem na localidade de Terra Nova, também em São Sebastião/AL.

O condutor disse ainda que a recomendação teria sido de ir ao posto de combustível e entregar o valor a outro homem que o procuraria ali. Ele alegou não saber qual o destino nem o objetivo do dinheiro nem qual o nome do candidato.

Já o passageiro afirmou estar apenas de carona e que não tinha ciência nem da existência da lista e nem da origem do dinheiro.

Diante dos fatos, foi constatado o crime de compra de voto e os dois ocupantes receberam voz de prisão, sendo encaminhados à Delegacia Regional de Polícia Civil para realização dos trâmites legais.

O terceiro caso do sábado (14) aconteceu por volta das 23 horas, no km 1,5 da BR 423, município de Ouro Branco/AL. Os policiais rodoviários registraram um acidente envolvendo o capotamento de um veículo Toyota Hilux, de cor preta, causado pelo condutor de um Chevrolet Onix, de cor cinza, que dirigia na contramão e que fugiu sem prestar socorro às vítimas.

Foi apurado que o condutor teria saído da cidade de Garanhuns/PE, aproximadamente às 20 horas, depois de fazer uso de bebida alcoólica.

Segundo informações no local, ele seguia para a cidade onde mora, em Águas Belas, mas não percebeu a entrada da cidade e passou direto em direção à Ouro Branco/AL.

Ele ainda percorreu alguns quilômetros e em seguida pegou a contramão da rodovia, dando causa ao capotamento de outro veículo.

Após ser localizado pela PRF, o motorista se negou a fazer o exame de alcoolemia. Diante das informações obtidas, o homem foi preso pelos crimes de embriaguez ao volante e deixar de prestar socorro à vítima de acidente de trânsito. Ele foi encaminhado à Delegacia Regional de Polícia Civil, para os procedimentos cabíveis.

Já no domingo (15), por volta das 23h40, no km 92 da BR 101, município de Rio Largo, os PRFs abordaram o veículo T-Cross, de cor cinza e placa de São Bernardo do Campo/SP.

Durante consulta da placa no sistema, foi constatado uma restrição devido a danos irreparáveis na estrutura do veículo (veículo baixado).

Os agentes realizaram os procedimentos de verificação no veículo e ao consultar o chassi encontraram uma placa de outro veículo, o qual possuía uma queixa de furto.

O condutor não era o dono do veículo e logo o atual proprietário compareceu ao local da fiscalização. O homem alegou que havia comprado o carro em um grupo de rede social, recentemente, e que ainda não tinha transferido para o seu nome e nem estava de posse do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Diante das informações apuradas, os dois envolvidos foram levados para a Central de Flagrantes em Maceió/AL, para procedimentos cabíveis. O proprietário responderá pelo crime de receptação de veículo.


Deixe uma resposta