Polícia prende funcionário da Câmara de Coité do Nóia por estupro de criança

Delegacia Regional de Palmeira dos índios

Uma operação conjunta entre policiais do CISP de Igaci, em conjunto com o GPM de Coité do Nóia, deram cumprimento na manhã desta segunda-feira (4), aos Mandados de Busca e Apreensão e Prisão Preventiva, em desfavor de Donizete de Oliveira Silva, acusado de estupro de vulnerável. O crime aconteceu em dezembro de 2018 na cidade de Coité do Nóia, Agreste de Alagoas.

Donizete é funcionário da Câmara de Vereadores e teria abusado de uma menina, de três anos na época. A vítima é vizinha do acusado. As investigações começaram em setembro deste ano, pois apenas essa ano, quando a criança começou a frequentar a escola e demosntrar comportamnetos estranhos, que foi descoberto o abuso.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo Juiz Rômulo Vasconcelos de Albuquerque, da comarca de Taquarana.

O acusado foi preso na Câmara de Vereadores, onde trabalha, daa cidade de Coité do Nóia. Donizete tentou resistir a prisão mas foi conduzido para a Delegacia Regional de Palmeira dos índios e está à disposição da justiça.

Também foi feita uma busca na casa do acusado mas não foi encontrado nada de relevante para o caso.

 

 

 

 

 

 

*  Com 7 Segundos


Deixe uma resposta