Polícia indicia pai de bebê morto em Maceió por estupro de vulnerável contra mãe da criança

Polícia indicia pai de bebê morto em Maceió por estupro de vulnerável contra mãe da criança

O homem de 21 anos que é suspeito de agredir sexualmente e matar o filho de apenas 2 meses foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável contra a companheira, uma adolescente de 13 anos que é a mãe da criança. Ele está preso.

A Delegacia dos Crimes contra a Criança e o Adolescente (DCCCA), coordenada pela delegada Adriana Gusmão, informou nesta quarta-feira (2) que concluiu o inquérito. Paralelamente a esta investigação, a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga a morte do bebê.

Pela lei brasileira, é crime ter relação sexual com menores de 14 anos de idade, independentemente de ser consensual.

O chefe de serviço da delegacia, Alan Barbosa, explicou que o próximo passo é encaminhar o inquérito para a Justiça. Outros detalhes sobre o caso não podem ser divulgados.

A mãe do bebê, que se chamava Gabriel, foi ouvida na terça (1) por causa do crime cometido contra ela.

Segundo as investigações, o casal mantinha relações sexuais há mais de um ano. A adolescente contou para polícia que era agredida e ameaçada pelo companheiro.


Deixe uma resposta