Polícia de AL indicia homem por seduzir mulher com perfil falso, aplicar golpe e ameaçar divulgar fotos íntimas

Polícia Civil de Alagoas diz que homem usava perfil falso para atrair mulheres na internet — Foto: Reprodução/TV Gazeta de Alagoas

A Polícia Civil de Alagoas informou nesta quinta-feira (31) que indiciou um homem por seduzir uma mulher de Maceió pela internet usando um perfil falso, aplicar um golpe e ameaçar divulgar fotos íntimas da vítima.

De acordo com a polícia, o homem seduziu a mulher por meio de um aplicativo de paquera, conseguiu fotos íntimas dela durante uma conversa e a obrigou a depositar R$ 13.150 para ele. A vítima disse à polícia que o homem ameaçou divulgar as fotos que ela enviou para ele. O homem dizia que o dinheiro era para ajudar com as despesas com o pai, que estaria doente.

A Seção de Crimes Cibernéticos, da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), identificou o suspeito de aplicar o golpe da ‘sedução virtual’.

O delegado Thiago Prado explicou que o homem de 22 anos usava um perfil nas redes sociais com nome e imagem falsos para conversar com mulheres.

“O ponta pé inicial do crime foi um perfil falso, no caso ali foi o Tinder que ele criou, utilizando nome e imagem falsa. Ele seduzia mulheres. Essa vítima foi seduzida, em seguida, passou para uma conversa mais intimista no whatsapp, onde trocou imagens intimas, para em seguida, pedir dinheiro a título de empréstimo”, disse o delegado.

O suspeito foi indiciado pelos crimes de falsa identidade, estelionato e constrangimento ilegal. A pena para ele pode chegar a sete anos de prisão.

*   Com G1


Deixe uma resposta