Polícia aguarda laudos para concluir inquérito sobre feminicídio no cartório de Olivença

Polícia aguarda laudos para concluir inquérito sobre feminicídio no cartório de Olivença

A Polícia Civil aguarda laudos periciais para concluir o inquérito sobre o feminicídio dentro do cartório de Olivença, município do interior de Alagoas. Nesta segunda-feira (1º), o delegado Hugo Leonardo falou sobre a prisão do homem que baleou a ex-namorada e a mãe dela no cartório da cidade e contou sobre o andamento da investigação (assista ao vídeo acima).

Segundo a polícia, Elvison Silva Vilela Ferreira atirou na ex-namorada Dayrla Roberto Correia Mélo, de 21 anos, e na mãe dela, Damiana Roberto Correia Mélo, de 45 anos, dentro do cartório da cidade no dia 25 de outubro. Dayrla sobreviveu, mas a mãe dela morreu no local.

“O depoimento vai ser jugando ao inquérito policial. E partir daí, estamos aguardando todos os laudos periciais, a fim de que, com a urgência que o caso requer, possamos concluir esse inquérito e encaminhar ao Poder Judiciário e ao Ministério Público da Comarca de Santana do Ipanema, afim de que o autor seja processado e punido na forma da lei”, disse o delegado Hugo Leonardo.

A investigação aponta que Elvison cometeu o crime por não aceitar o fim do relacionamento. De acordo com a polícia, ele passava o dia na casa do pai, mas dormia à noite no cemitério de Olivença, na tentativa de escapar das buscas.

Ao ser preso, Elvison confessou o crime à polícia, mas disse que queria matar a ex-namorada porque deixou com ela R$ 10 mil quando ainda namoravam e quando pediu o dinheiro de volta, ela teria dito que só tinha R$ 3 mil.

Dayrla trabalhava no cartório e a mãe dela estava no local no momento do atentado. Damiana foi morta tentando impedir que a filha fosse atingida pelos tiros.

Um suspeito de participação no feminicídio foi preso por ameaçar a ex-esposa. A polícia investiga se ele forneceu a arma utilizada no crime. O autor dos disparos disse à polícia que jogou a arma em uma barragem durante a fuga.


Deixe uma resposta