Pai Herói: Motorista do HEA é homenageado pelos filhos por salvar suas vidas 

Pai Herói: Motorista do HEA é homenageado pelos filhos por salvar suas vidas – Fotos: Arquivo familiar

Se deparar com um filho em situação de um real perigo de morte é um dos momentos mais críticos na vida de qualquer pai de família.

Agora, imagine uma pessoa vivenciar isso duas vezes. Foi o que aconteceu com o motorista José Luís dos Santos Silva, que trabalha há quatro anos no Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca.

Casado com a dona de casa Marinilda Maria e pai de dois filhos – André Luís e Andresa Maria -, ele vivenciou dois momentos que ficaram marcados para sempre nas suas lembranças e na memória de seus filhos.

O Dias dos Pais é comemorado neste domingo (9), mas a história do pai-heroi José Luís teve início no ano de 2002, quando ainda residia na cidade de São Paulo.

O motorista José Luís viveu momentos de desespero e aflição na estação do trem na capital paulista.

No momento em que ele e o filho André Luís, na época com oito anos de idade, estavam para embarcar no veículo, um dos passageiros desequilibrou o menino, que caiu na vala entre a plataforma e os trilhos.

“Não sei como consegui puxar meu filho daquele lugar. Foi tudo muito rápido e tenho certeza que foi a mão guiada por Deus naquela hora”, afirma o motorista do Hospital de Emergência do Agreste.

André Luís relata que era muito pequeno, mas tem a recordação de que alguém deu um encontrão nele e foi parar quase debaixo do trem. “Meu pai, num ato heroico, me puxou pelo braço e salvou minha vida”, relembra.

O outro episódio em que José Luiz intercedeu novamente pela vida de um filho aconteceu há quatro anos, durante uma confraternização na cidade de Taquarana.

Ele, a filha Andresa Maria – que na época tinha 13 anos- juntamente com a esposa estavam se divertindo em uma piscina, no momento em que um rapaz pulou na água e caiu por cima da garota.

Com o impacto, a menina ficou desacordada e José Luiz pulou dentro d’água para socorrer a filha.

“Ela estava desmaiada e quando a segurei pelas costas notei que havia um caroço grande na coluna da minha filha. Fiquei desesperado e a primeira coisa que pensei foi que a coluna dela havia sido danificada. Ela continuava desacordada e não falava. Fiz os primeiros-socorros e depois a levei para o hospital de emergência, em Arapiraca. Ainda não trabalhava lá, mas graças a Deus o atendimento foi ótimo e deu tudo certo com a recuperação da minha filha”, salienta José Luís.

Sempre que lembra do momento, a jovem Andresa Maria fica bastante emocionada. “Meu pai foi um herói. Sou muito grata a Deus por ter colocado ele na minha vida.  Se não fosse por ele, eu não estaria hoje aqui para contar essa história”, completa.


  • Muito linda a história desse pai que foi herói em salvar seus filhos no momento de desespero ..muito emocionante.

Deixe uma resposta