Operação integrada do BPRV, ADEAL e SEFAZ apreende 3 cargas de frangos sem a documentação necessária.

Operação integrada do BPRV, ADEAL e SEFAZ – Foto: BPRv

Durante a madrugada desta quinta-feira (02), o BPRv em operação integrada com a ADEAL e SEFAZ, realizou operações volantes em diversos pontos do alto sertão alagoano e agreste, com o objetivo de fiscalizar o transporte de Frangos sem certificações sanitárias e sem notas fiscais.

No município de Santana do Ipanema por volta das 00h30m foi abordado um caminhão oriundo do Estado de Pernambuco que transportava cerca de 1000 frangos vivos sem as certificações sanitárias e sem nota fiscal, o veículo foi conduzido para o posto fiscal da ADEAL de Palmeira dos Índios, algum tempo depois nas proximidades do município de Igaci, por volta das 02:30 da madrugada, mais dois caminhões foram apreendidos nas mesmas situações e encaminhados para o posto fiscal do BPRv de Arapiraca. Transportando 1200 e 924 aves respectivamente.

A apreensão totalizou cerca de 3.124 frangos sendo transportados sem as certificações sanitárias e sem as devidas notas fiscais. Os procedimentos cabíveis estão sendo realizados nesse momento pela ADEAL e SEFAZ. Onde também estão averiguando se essas aves estão em condições para o consumo humano.

Operação integrada do BPRV, ADEAL e SEFAZ – Foto: BPRv

Transportar frangos sem as certificações sanitárias e sem nota fiscal vem se tornando uma prática costumeira e nociva, a polícia vem fechando o cerco para que essas pessoas se conscientizem. Os caminhoneiros deverão estar de posse das Guias de Transporte Animal (GTA), certificações sanitárias bem como as notas fiscais para que possam seguir viagem de forma tranquila.

 


Deixe uma resposta