Nova fase da Operação Gambito da Rainha apreende documentos em cartório de Maceió

Cartório de Maceió foi alvo da Operação Gambito da Rainha, do Ministério Público do Estado de Alagoas — Foto: MP-AL

O Ministério Público do Estado (MP-AL) cumpriu, na manha desta quarta-feira (16), um mandado de busca e apreensão de documentos em um cartório de Maceió. A ação é desdobramento da Operação Gambito da Rainha, iniciada no dia 2 de dezembro, que investiga desvio de mais de R$ 30 milhões dos cofres públicos.

“O objetivo é apreender documentos e objetos ilícitos ou instrumentos relacionados aos crimes que atualmente estão sendo investigados pelo Gaesf [Grupo de Atuação Especial em Sonegação Fiscal e Lavagem de Bens] e que foram praticados, em tese, pelo conglomerado de empresas da Eliane do Globo”, disse a promotora de Justiça Marília Cerqueira.

Não foi divulgado o cartório alvo da operação nem detalhes do material apreendido, que foi encaminhado à sede do Gaesf para andamento das investigações. O mandado foi expedido pela 17ª Vara Criminal.

A primeira fase da operação Gambito da Rainha, realizada em Alagoas e Pernambuco, prendeu quatro pessoas. Entre os presos estão empresários e contadores, todos acusados de falsidade ideológica, fraudes societárias, falsificação de documentos públicos e privados, lavagem de bens e corrupção de agentes públicos.

Uma outra etapa da operação fez apreensões na sede da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), no último dia 4.


Deixe uma resposta