Mulher mente ao afirmar que é Promotora de Justiça e acaba detida pela polícia

Mulher mente ao afirmar que é Promotora de Justiça e acaba detida pela polícia

Uma mulher foi detida na tarde deste domingo (09) após mentir ao afirmar que seria Promotora de Justiça. O caso foi registrado em Coruripe, no Litoral Sul de Alagoas.

Policiais do 11º Batalhão de Polícia Militar (11º BPM) foram acionados por populares porque uma mulher estava usando falsamente o cargo de Promotora de Justiça para ter acesso livre a estacionamentos e obter outras vantagens.

Uma equipe foi até a comunidade Barreiras, onde a mesma estava, e ao ser questionada sobre sua função, a estelionatária voltou a afirmar que era Promotora de Justiça de Alagoas.

Os militares exigiram da suspeita, cujas iniciais são R.S., alguma documentação que comprovasse o cargo público mas a mesma afirmou que tinha deixado a credencial de promotora em casa.

Os policiais então se deslocaram até a residência da mesma a fim de obter os documentos que comprovariam a função pública.

Mas ao chegar na casa, a mulher negou que tinha se apresentado com a função acima citada.

No carro da mulher também havia dois adesivos : um deles indicava Poder Executivo e o cargo de Prefeito (A); o outro era da Polícia Militar de Alagoas (PMAL).

Diante dos fatos, a mulher foi conduzida à Delegacia de São Miguel onde foi autuada por Usurpação de Função Pública e Contravenção.


Deixe uma resposta