Motos são responsáveis por 91% dos feridos atendidos no Hospital de Emergência do Agreste

Motos são responsáveis por 91% dos feridos atendidos no Hospital de Emergência do Agreste

Um levantamento feito pelo Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca, revela que das 6.009 vítimas de acidentes de trânsito atendidas no período de janeiro a 22 de julho deste ano, 5.499 se envolveram em colisões e quedas de motos. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (23), pelo Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) da unidade hospitalar, que é referência no atendimento a politraumatizados para o Agreste, Sertão e Baixo São Francisco.

Os números mostram que as quedas e colisões com motos representam mais de 91% do total de assistência a vítimas de acidentes no trânsito. As estatísticas também revelam que, em comparação com o mesmo período do ano passado, houve um aumento da ordem de 16% nos dois casos.

Em 2019, o Hospital de Emergência do Agreste atendeu 5.151 pessoas vítimas de traumas e ferimentos provocados no trânsito. Do total, 4.722 pacientes se feriram em razão de acidentes com motos.

Menos óbitos – Por outro lado, ainda de acordo com o levantamento feito no HEA, o número de óbitos registrou uma queda significativa. De janeiro até 20 de julho do ano passado, 12 pessoas não resistiram aos traumas nos acidentes de trânsito e evoluíram para óbito.

Já no mesmo período deste ano, sete pacientes morreram, o que representa uma redução da ordem de 42%. As estatísticas também mostram que a maioria das vítimas é de jovens do sexo masculino, com idade entre 20 e 29 anos.

A ausência do uso de capacete e o consumo de bebidas alcoólicas estão presentes na maior parte dos atendimentos no maior hospital público do interior de Alagoas. Por esta razão, a gerente-geral do HE do Agreste, Bárbara Fernanda Albuquerque, ressalta que os cuidados nesta época do ano devem ser redobrados.

“Estamos vivenciando uma pandemia do novo coronavírus e as pessoas devem evitar sair de suas casas, para evitar o contágio e também se prevenirem de acidentes nas ruas ou nas estradas. Com isso, teremos menos leitos ocupados no hospital para reforçarmos o atendimento aos pacientes infectados pelo vírus”, salienta Bárbara Fernanda Albuquerque.

Referência – Vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca, é referência regional no atendimento a pacientes vítimas de traumas de média e alta complexidade. A unidade atende usuários de 46 municípios alagoanos que integram a II Macrorregião de Saúde, além de cidades vizinhas dos estados de Pernambuco, Sergipe e Bahia.

O HEA dispõe atualmente de 72 leitos para atendimento a pessoas infectadas pela Covid-19 e 52 estão ocupados com pacientes nesta quinta-feira (23), conforme o Boletim de Ocupação de Leitos emitido pela Sesau. Dos 22 leitos de UTI, há 16 pessoas em tratamento, enquanto que dos 50 leitos de enfermaria, 36 estão ocupados.


Deixe uma resposta