Menino de 8 anos é resgatado após passar três horas preso em bueiro na Bahia

Menino foi resgatado com apenas ferimentos leves — Foto: Reprodução/TV Bahia

O menino de 8 anos que foi resgatado após cair em um bueiro na noite de sábado (26), no canteiro central da Avenida Vasco da Gama, em Salvador, ficou preso no local por mais de três horas. Marcos Vinícius foi retirado pelo Corpo de Bombeiros, que precisou usar retroescavadeira e até cortar uma tubulação para resgatar o garoto.

Segundo informações de testemunhas, o garoto brincava com os amigos, quando sumiu. Um homem passou pelo local e ouviu ele pedir socorro. Além dos bombeiros, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local.

No resgate, os bombeiros tentaram içar Marcos Vinícius, conhecido como Gubi, mas o menino estava preso por um pedaço de madeira que estava atravessado na tubulação.

Uma tia e a mãe do garoto estiveram no local para acalmá-lo. A mãe, que é vendedora ambulante, passava pelo local, quando soube que o filho estava preso no bueiro.

“Pra mim ele foi pegar alguma coisa, e aí ficou preso. Eu quero que tire meu filho daí, só quero ele vivo. Meu filho é tudo para mim, eu só quero que tire ele desse buraco”, disse a mulher durante o resgate.

Com o passar do tempo, o garoto começou a ficar com medo, e médicos do Samu usaram oxigênio para acalmar a respiração da criança durante o resgate. Bombeiros chegaram a descer no bueiro para retirar a criança, mas não não conseguiram.

Sem conseguir tirar o menino por cima, os bombeiros precisaram a cavar pela lateral do bueiro. Os bombeiros começaram com ferramentas, mas precisaram de uma retroescavadeira que era usada em uma obra que acontecia na esquina da Av. Vasco da Gama. A via precisou ser bloqueada para a chegada da retroescavadeira.

A escavação começou por volta das 21h, quando o garoto já aguardava há duas horas preso no bueiro. O trabalho do operador da máquina precisou ser minucioso, para não machucar o menino. Um engarrafamento enorme se formou na Vasco da Gama, sentido orla, e a avenida precisou ser interditada para continuidade da operação.

Depois de escavar cerca de dois metros e meio, os bombeiros chegaram até a tubulação onde a criança estava. Eles então usaram uma pequena serra para cortar o plástico da tubulação.

Também foi preciso usar um serra mármore. Os bombeiros conseguiram cortar um pedaço da tubulação e, através dela, o menino conseguiu retirar a cabeça do bueiro, melhorando a capacidade de respiração.

Após cortar ainda mais a tubulação, os bombeiros conseguiram tirar a madeira que dificultava a saída do garoto. Assustado, Gubi foi içado do bueiro ao som de aplausos e comemorações da família e dos bombeiros, por volta das 22h, após cerca de 3h30 de ação do Corpo de Bombeiros.

“Situação complicada, com posição de difícil acesso, dentro de um bueiro superior… Não era possível retirá-lo. Precisamos remover a grande quantidade de terra para que pudéssemos acessar o garoto”, disse o tenente coronel Penna, do Corpo de Bombeiros, que atuou no resgate.

O bueiro onde Marcos Vinícius caiu é de drenagem, e de responsabilidade da prefeitura de Salvador. Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Manutenção (Seman), informou que o local foi devidamente isolado na manhã de domingo (27).

Até esta segunda-feira (28), o serviço de recuperação do bueiro estará finalizado, informou a Seman. Será feita a recomposição de um tubo e recuperação da caixa de sarjeta. Informou ainda que a recuperação feita pela Seman foi por causa das escavações feitas para a retirada da criança. O sistema de drenagem estava em pleno funcionamento.


Deixe uma resposta