Klever Loureiro toma posse como governador interino de Alagoas

Klever Loureiro toma posse como governador interino de Alagoas

Tomou posse na tarde deste sábado (2) como governador interino de Alagoas o desembargador e presidente do Tribunal de Justiça (TJ-AL), Klever Loureiro. A cerimônia aconteceu no salão de despachos do Museu Palácio Floriano Peixoto, no centro de Maceió, horas depois da renúncia de Renan Filho (MDB), que deixou o cargo para lançar sua pré-candidatura ao Senado.

“É uma nova expectativa, é um desafio grande porque a minha carreira é de magistrado. Então eu chego, assumo o Governo do Estado com a mesma responsabilidade que eu tenho presidido o Tribunal de Justiça de Alagoas, com ética, respeito a todos, com simplicidade e seguindo as leis do nosso país, em especial a Constituição Federal”, disse Loureiro.

Estiveram presentes à cerimônia de posse o vice-presidente do TJ, José Carlos Malta Marques, que assume automaticamente o comando do Judiciário na ausência de Loureiro, autoridades, deputados e magistrados, além do agora ex-governador Renan Filho.

Klever Loureiro fica no comando do Executivo até a eleição suplementar, que deve ocorrer em até 30 dias, já que o estado não mais tem vice-governador, uma vez que Luciano Barbosa (MDB) foi eleito prefeito de Arapiraca, e o presidente da Assembleia Legislativa (ALE), o deputado estadual Marcelo Victor (MDB) decidiu não assumir o cargo para disputar a reeleição.

Foi justamente o deputado Marcelo Victor (MDB), governador em exercício por algumas horas, quem transmitiu o cargo para o governador interino. Após as assinaturas, eles trocaram de lugar na mesa do salão de despachos, em um gesto simbólico, cabendo a Loureiro a cabeceira da mesa, lugar reservado ao chefe do Executivo.

Loureiro afirmou que vai, nesse período que ficar à frente do Executivo, dialogar com servidores públicos para resolver as pendências do estado. “Essa será uma das minhas metas. Hoje mesmo já irei fazer uma pauta para, a partir de segunda-feira, saber como será a pauta de cada Pasta, as suas necessidades e o que devemos fazer, qual é o Norte que temos que seguir”.

Uma vez oficializada a mudança de cargo, o estado passará agora por uma eleição suplementar, em que o governador tampão será eleito por votação entre os 27 deputados estaduais e comandará o Executivo até o 31 de dezembro de 2022.


Deixe uma resposta