Italiano que matou marido de advogada na porta do Fórum de Maceió estava com quase R$ 6 mil e pretendia fugir

Italiano que matou marido de advogada na porta do Fórum de Maceió estava com quase R$ 6 mil e pretendia fugir

O italiano Pasquale Palmeri, 74, preso na terça-feira (9) por matar em frente ao Fórum de Maceió José Benedito Alves de Carvalho, 42, marido de uma advogada, confessou para a polícia que pretendia fugir após o crime. No carro dele, os policiais encontraram quase R$ 6 mil e roupas.

De acordo com a Polícia Militar, dentro do carro dele ainda tinha um celular, três chips de telefonia móvel, uma fita crepe de cor amarela, usada para cobrir a placa do veículo, e cinco cartões de crédito.

“Quando chegamos, encontramos no carro dele a quantia de R$ 5.786,00, a fita crepe que ele usou para cobrir a placa do carro. Ele disse que esse dinheiro era para ele se manter durante a fuga. Então, provavelmente, o crime foi premeditado”, informou o aspirante Fabrício Leite, do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE).

Segundo o Tribunal de Justiça (TJ-AL), o italiano Pasquale Palmeri tinha uma audiência de conciliação marcada para 17h30 na 22ª Vara Cível da Capital – Família. Tratava-se de um processo de divórcio, que corre em segredo de justiça.

Segundo a polícia, o italiano tentou disparar primeiro contra a ex-mulher e depois contra a advogada dela, esposa da vítima. A arma travou nas duas vezes. Na terceira tentativa, houve o disparo fatal. Ele foi preso pela Guarda Judiciária

“Ele disse que queria matar a esposa porque não aceitava o processo na Vara da Família. Ele apontou a arma para a ex-mulher, mas a munição pinou, depois ele tentou atirar contra a advogada, que também pinou, e depois ele acabou acertando o marido da advogada. Houve um tumulto muito grande na região. Ele foi socorrido, mas acabou morrendo no HGE”, disse o aspirante Fabrício Leite.

A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Alagoas (OAB-AL) emitiu nota informando que a vítima era bacharel em direito e estava acompanhando a esposa que é advogada e participava da audiência.

Nota OAB-AL

A OAB Alagoas informa que a vítima de disparos de arma de fogo em frente ao Fórum do Barro Duro, na tarde desta terça-feira (9), é bacharel em Direito e esposo de uma advogada que estava no local para participar de uma audiência.

Ainda não há informações acerca de detalhes do ocorrido e do estado de saúde da vítima.


Deixe uma resposta