Hospital de Emergência do Agreste já capacitou 497 servidores

Hospital de Emergência do Agreste já capacitou 497 servidores

Desde a abertura dos leitos clínicos e de UTI, para o atendimento a pacientes com a Covid-19, o Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca, vem promovendo treinamentos periódicos de atualização profissional para os servidores.

Com isso, o hospital segue redobrando os cuidados na assistência aos pacientes que chegam, diariamente, na maior unidade pública de saúde do interior de Alagoas e vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

O HE do Agreste dispõe, atualmente, de 66 leitos para o tratamento de pacientes com a Covid-19. Desse total, 16 são de UTI e mais 50 leitos clínicos.

Referência no atendimento às vítimas de traumas de média e alta complexidade, incluindo acidentes no trânsito e vários tipos de agressões físicas, entre outros casos, o hospital montou uma nova estrutura, através do apoio da Sesau, com duas áreas específicas de internação para o tratamento de pessoas com a Covid-19, obedecendo sempre o que preconiza a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde.

Atualizações

Por meio do Núcleo de Educação Permanente (NEP), médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, entre outros profissionais de saúde, estão realizando treinamentos específicos diários.

Segundo revela o coordenador do núcleo, enfermeiro Jean Marinho, desde o início da pandemia, o HE do Agreste já realizou cursos de atualização profissional para 497 servidores.

“Com o empenho da direção, estamos produzindo protocolos internos, com vistas ao surgimento de situações específicas no enfrentamento à Covid-19”, explicou Marinho.

Entre os cursos realizados pelos profissionais de saúde e servidores do hospital, por meio do NEP, o enfermeiro Jean Marinho cita a unificação dos procedimentos e treinamentos voltados para intubação de sequência rápida, oxigenoterapia, paramentação e desparamentação para evitar a contaminação na retirada dos equipamentos de proteção individual, os EPIs, bem como treinamentos na área da biossegurança e gerenciamento do estresse.

Hospital de Emergência do Agreste já capacitou 497 servidores

Deixe uma resposta