Homem que jogou ácido na ex-mulher e na irmã dela em AL é condenado

Imagens mostram momento que homem joga ácido na ex-mulher em Marechal Deodoro, Alagoas — Foto: Reprodução/TV Gazeta
Imagens mostram momento que homem joga ácido na ex-mulher em Marechal Deodoro, Alagoas — Foto: Reprodução/TV Gazeta

O homem suspeito de jogar ácido na ex-mulher e na irmã dela em Marechal Deodoro, região Metropolitana de Maceió, foi condenado a seis anos e oito meses de prisão. Ele também deverá cumprir um ano de detenção por ter atacado a irmã da vítima com o mesmo produto.

A sentença, proferida nesta quarta-feira (20), pelo juiz Allysson Amorim, da 1ª Vara da Comarca. “O réu cometeu o crime de forma premeditada, tanto é que providenciou antecipadamente a obtenção da substância corrosiva para atingir a integridade física das vítimas”, afirmou o magistrado.

O crime aconteceu em fevereiro deste ano em uma loja de roupas. Segundo as investigações, por não aceitar o fim do relacionamento, José Gilbenes dos Santos Galvão, 48, jogou ácido na ex-mulher, Erivânia Vicente dos Santos, 36, e acabou atingindo também a irmã dela, Erineide Vicente dos Santos, 32, e outras duas pessoas.

Dias depois do crime, ele prestou depoimento e foi indiciado por tentativa de feminicídio e lesão corporal dolosa. Contudo, ele não ficou preso porque, com a apresentação espontânea, o Código de Processo Penal impede a prisão.

Em depoimento, José Gilbenes confessou o crime. Disse que tentou falar com a ex-companheira, mas que ela se negou. Tendo ficado com raiva, jogou o ácido nela e na ex-cunhada.

“As provas colhidas se mostram firmes e coerentes, havendo harmonia entre a confissão do réu, as declarações da vítima e da declarante, bem como da prova pericial. Não há dúvida de que o réu lesionou as vítimas, jogando produto químico em diversas partes de seu corpo, causando-lhes queimaduras graves”, ressaltou o juiz.

As penas deverão ser cumpridas em regime inicialmente fechado.

 

 

 

 

*    Com G1


Deixe uma resposta