Funcionários do Samu denunciam falta de oxigênio nas ambulâncias em Alagoas

Funcionários do Samu denunciam falta de oxigênio em ambulâncias em Alagoas

Funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) denunciaram a falta de oxigênio em ambulâncias em Alagoas, o que pode comprometer o atendimento à população.

Conforme denúncia, socorristas vêm trabalhando com um número mínimo de insumos e, de acordo com comunicado da Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau/AL) aos funcionários do Samu, a empresa White-Martins, responsável pelo oxigênio, informou que só deve repor o estoque de cilindros na tarde desta segunda-feira (16).

No entanto, isso preocupa os trabalhadores, que garantem a pouca reserva de oxigênio nas ambulâncias. “Estamos com uma pouca reserva de oxigênio no momento, e, algumas ambulâncias já vão precisar trocar os cilindros. O que temos só nos dá garantia de poucos atendimentos”, disse um funcionário, que não quis se identificar.

O funcionário disse ainda que a empresa White-Martins esteve na base do Samu, mas fez a troca de, apenas, sete cilindros.


Deixe uma resposta