Ford anuncia fim da produção de veículos no Brasil e fechamento de fábricas

Ford encerra produção de carros no Brasil após 102 anos

A Ford vai encerrar a produção de carros no Brasil, o comunicado foi feito na tarde desta segunda-feira (11) e caiu como uma bomba no mercado.

As três fábricas brasileiras serão fechadas: Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE), onde é fabricado o Troller. As operações de manufatura na América do Sul continuarão na Argentina e no Uruguai, de onde virão os carros importados para o mercado brasileiro.

Quando acabarem os estoques já produzidos, portanto, a Ford venderá no Brasil somente veículos importados, como a picape Ranger (que vem da Argentina) e o SUV Territory (fabricado na China). A nova família de SUVs Bronco e Bronco Sport virá do México. A ideia da empresa é vender também carros eletrificados, provenientes de outras regiões.

De acordo com a Ford, o fechamento das fábricas no Brasil é mais um passo de seu processo de reestruturação global.

“A Ford está presente há mais de um século na América do Sul e no Brasil e sabemos que essas são ações muito difíceis, mas necessárias, para a criação de um negócio saudável e sustentável”, disse Jim Farley, presidente e CEO da Ford.

“Estamos mudando para um modelo de negócios ágil e enxuto ao encerrar a produção no Brasil, atendendo nossos consumidores com alguns dos produtos mais empolgantes do nosso portfólio global”, completou.

No ano passado, a Ford vendeu 119.454 automóveis no Brasil, segundo dados da Anfavea. O resultado representou uma queda de 39,2% na comparação com 2019. A queda observada foi maior do que a registrada pelo segmento de automóveis. Em 2020, o tombo foi de 28,6%, para 1.615.942.

a Ford disse que aproximadamente 5 mil empregos serão afetados com a reestruturação no Brasil e na Argentina. O país vizinho sofrerá ajustes pelo encerramento da produção no Brasil, mas continuará produzindo veículos.

Ao todo, a Ford possui 6.171 funcionários no Brasil. Em Taubaté, 830 funcionários serão demitidos segundo o Sindicato dos Metalúrgicos. A fábrica de Horizonte emprega 470 pessoas.


Deixe uma resposta