Fiscalização apreende 1,5 tonelada de alimentos impróprios para consumo em Alagoas

Fiscalização apreende 1,5 tonelada de alimentos impróprios para consumo em Alagoas

Fiscalizações de rotina realizadas pela Vigilância Sanitária de Maceió no sábado (23) e no domingo (24) resultaram na apreensão de 1,5 tonelada de alimentos impróprios para consumo que seriam comercializados. Foram flagradas irregularidades em supermercados, laticínios, frigoríficos e fábrica de linguiça nos bairros Jacintinho, Serraria e Benedito Bentes.

Entre alimentos estragados, mal conservados ou com prazo de validade vencido, foram recolhidos carne bovina, carne de sol, linguiça caseira, queijo, presunto, mortadela e molhos.

Durante a vistoria, os fiscais da Vigilância Sanitária verificaram condições de armazenamento, refrigeração, manipulação, conservação e comercialização dos alimentos.

Os nomes dos estabelecimentos flagrados em irregularidades não foram divulgados. Seus proprietários foram multados em valores que variam de R$ 180,00 a R$ 19 mil, a depender da situação encontrada em cada local. Eles terão um prazo de 30 dias para promover as adequações necessárias.

Uma tonelada de alimentos perecíveis foi apreendida somente no sábado. No segundo dia, foram apreendidos mais 550 quilos.

“Nossas equipes percorreram, durante todo o fim de semana, estabelecimentos de Maceió para fiscalizar a forma como os alimentos estavam sendo comercializados nos locais e, para nossa surpresa, encontramos muitos produtos à venda que colocavam em risco a saúde dos maceioenses e, por isso, foram apreendidos”, afirmou o coordenador geral de Vigilância Sanitária, Airton Santos.

Os alimentos apreendidos foram descartados no aterro sanitário da capital.


Deixe uma resposta