Farmacêutica explica quando valores do PSA Livre e Total indicam câncer de próstata

Farmacêutica explica quando valores do PSA Livre e Total indicam câncer de próstata

O Instituto Nacional do Câncer estima que 65.840 novos casos de câncer de próstata aconteçam em 2020. No Brasil, ele é segundo tipo mais comum entre os homens estando atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Em sua fase inicial muitos pacientes não apresentam sintomas, por isso, a importância dos exames clínicos para detecção precoce.

A farmacêutica Luana Biggi explica que os exames realizados são o toque retal e o exame de sangue para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico). De acordo com ela, o PSA é o exame de sangue que avalia a quantidade do antígeno prostático específico. “Os homens a partir dos 50 anos de idade pode fazer anualmente o exame de PSA. Ele é simples e indolor e feito em laboratório por meio da coleta de uma pequena amostra de sangue”, pontuou.

Luana ressalta que o PSA pode indicar alterações na próstata, como prostatite, hipertrofia benigna da próstata (conhecida por HBP) ou câncer de próstata, por exemplo. Nos homens saudáveis, os valores de PSA total são inferiores a 4 ng/ml. “Dependendo da idade, esse valor pode ser ligeiramente aumentado, mas isso, nem sempre significa que o paciente tenha câncer de próstata, sendo necessário outros exames para confirmar o diagnóstico”, falou.

Ela revela que na maioria dos casos, quanto mais elevado for o valor de PSA total, maior é a suspeita de câncer de próstata, por isso, quando o valor é superior a 10 ng/ml as chances de estar câncer de próstata é de 50%. Sendo assim, diz a farmacêutica, para que se possa saber de fato se há qualquer alteração na próstata, o médico recomenda a realização da dosagem de PSA livre e da relação entre o PSA livre e o PSA total, que é fundamental para diagnóstico do câncer de próstata.

“Quando o homem tem PSA total entre 2,5 e 10 ng/ml o médico indica a realização do exame ao PSA livre, porque existem grandes chances de estar desenvolvendo carcinoma de próstata. A partir do resultado do PSA livre e total, é feita a relação entre esses dois resultados para verificar se a alteração na próstata é benigna ou maligna, sendo nesses casos recomendado a realização de biópsia da próstata”, comentou.


Deixe uma resposta