Família alagoana é assassinada durante invasão de fazenda no interior do Maranhão

Família alagoana é assassinada durante invasão de fazenda no interior do Maranhão

Uma família alagoana foi assassinada com tiros e golpes de arma branca, na noite de natal, após ter a fazenda, localizada na zona rural da cidade de Junco do Maranhão, invadida por criminosos. As vítimas, pai, mãe grávida e filho de 12 anos, eram do município de União dos Palmares, e  foram identificados como José Gregório Pereira, 53 anos, Maria José de Lima, 35 anos, e o filho do casal, um adolescente de 12 anos.

O crime ocorreu dentro da casa do casal, que foi invadida dois homens encapuzados. De acordo com a parentes, José Gregório trabalhava como caseiro da fazenda, onde morava há mais de 10 anos.

Segundo um irmão de Maria José de Lima, os bandidos chamaram na porta e José Gregório foi atender. José Gregório foi morto a tiros na porta de casa, em seguida a casa foi invadida, Maria José foi degolada com um facão.

O menino de 12 anos ainda tentou fugir pela janela, mas foi morto a tiros. Na casa ainda havia mais quatro crianças: de 10, 8, 4 e 2 anos, que sobreviveram. As crianças de 2 e 4 anos são especiais.

A família não sabe apontar uma motivação para o crime. “São quatro crianças que ficam órfãs”, lamentou o irmão de Maria José, que mora em São Miguel dos Campos.

As crianças que sobrevieram estão sob os cuidados do Conselho Tutelar da cidade de Junco. “Estamos indo buscar as crianças o mais breve possível”, concluiu o irmão.

Devido a falta de dinheiro para o translado dos corpos, as vítimas foram sepultadas no cemitério de Junco.


Deixe uma resposta