Escolas de Mar Vermelho, AL, são as primeiras no estado a retomar as aulas presenciais

Escolas de Mar Vermelho, em Alagoas, já retomaram as aulas presenciais

A cidade de Mar Vemelho, no interior de Alagoas, foi a primeira em todo estado a retomar as aulas da rede pública de forma presencial. Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de estado da Saúde (Sesau), a cidade tem um dos menores índices de contaminação pelo novo coronavírus.

A última atualização mostrou que foram confirmados 32 casos da Covid-19 e uma morte na cidade. Os números fizeram com que a prefeitura tomasse a decisão de autorizar o retorno às aulas presenciais. Na escola municipal Orlando Lins, alunos do primeiro ao nono ano do ensino fundamental voltaram a frequentar a sala de aula no dia 27 de julho.

Apenas alunos que chegam no ônibus escolar, funcionários e professores, que foram testados, podem entrar na escola. Segundo a direção, todos receberam um kit de higiene pessoal e a limpeza foi reforçada.

“De 7h, higienização com cloro, água e sabão por banca. Em cada banca, passa na banca e na cadeira. Às 10h, quando eles vão pro lanche, já tem outra equipe para dar outro suporte e 11h40, quando eles largam, já tem uma turma para fazer a higienização na sala novamente”, explicou Gustavo Lins, diretor da unidade de ensino.

Outras medidas de segurança também foram adotadas. Professores e alunos precisam usar máscaras e, ao fim de cada aula, os alunos saem de um por um para que não haja aglomeração e possam higienizar as mãos com álcool gel na saída.

O distanciamento social está sendo cumprido. A escola, que tem mais de 300 alunos matriculados, teve as salas de aula ampliadas e a quantidade de cadeiras reduzida. Ao invés de 30, agora são 15 estudantes em cada sala.

“Fizemos um planejamento em dividir as turmas com até 15 alunos por sala. Uma banca sim, outra não. A gente tinha quatro salas aqui sem aula, dividimos em mais quatro e usamos outras quatro da extensão aqui da escola vizinho da gente”, disse o diretor.

Os pais dizem que estão tranquilos com o retorno às aulas.

“Já teve alguns casos por aí mas aqui está tudo tranquilo. Pra mim não tem problema”, disse Josinete Ferreira, mãe de aluno.

As aulas da educação infantil e das creches ainda não foram retomadas e não há previsão. A prefeita da cidade, Juliana Almeida , explicou que a idade desses alunos ainda não permite o retorno à rotina escolar por eles não terem noção de como lidar com o protocolo de segurança. Para os demais alunos, ela informou que a situação está sob controle.

“Estávamos todos querendo esse retorno com essa segurança e está tudo bem. São quase 30 dias de aula e nós não temos nenhum caso, nem na escola nem de familiar do aluno da nossa escola”, finalizou a prefeita.


Deixe uma resposta