Empresários arapiraquenses fazem carreata em protesto contra o fechamento do comércio!

Empresários arapiraquenses fazem carreata em protesto contra o fechamento do comércio!

Na manhã desta quarta-feira (15), empresários e comerciantes de Arapiraca realizaram uma manifestação, através de um ‘buzinaço’ pelas ruas no Centro da cidade, pedindo a reabertura imediata do comércio, que está fechado desde o dia 21 de março por força do decreto emergencial do governo do Estado de Alagoas, que determinou o isolamento social como forma de evitar a proliferação do coronavírus no estado.

O decreto estadual foi prorrogado até o próximo dia 21 de abril e os comerciantes, empresários e trabalhadores informais de Arapiraca já estão passando por dificuldades financeiras por conta do fechamento do comércio, algumas lojas já demitiram funcionários porque não têm condições manter a folha de pagamento em dia. Sem falar naqueles comerciantes informais, os ambulantes, que vendem suas mercadorias pelas ruas do Centro da cidade e já estão sem dinheiro para fazer feira e pagar as contas. Os empresários cobram q o governador seja flexível pois se não a quebradeira e o desemprego será devastador, muito maior q a pandemia.

“Nós estamos aqui reunidos nessa manifestação para pedir a reabertura do comércio já. Estamos pedindo ao governador de Alagoas, Renan Filho, que determine a reabertura do comércio. Ele tem o salário dele todo mês e é um salário gordo e o povo que está parado, sem poder trabalhar, não tem salário não. Ontem eu vi pessoas que trabalham aqui, vendendo na Praça Marques, chorando porque estão sem sua renda mensal. Governador, olhe a situação do povo alagoano, foi esse povo que colocou o senhor na cadeira de governador. Nós estamos com a mercadoria estocada, sem vender, endividados, com prestações atrasadas, demitindo funcionários. Estamos com a mercadoria sem vender, mas o governo quer receber os impostos. Estamos passando necessidades, por isso, nós pedimos que o governador não prorrogue mais esse decreto. Nós temos o apoio de todos os comerciantes de Arapiraca, do povo e agora os políticos precisam se unir em prol do povo alagoano, pois fomos nós que colocamos eles no poder”, reivindicou o empresário Carlinhos, bastante conhecido na cidade.

O empresário Edson Francisco ressaltou que é preciso proteger as pessoas mais vulneráveis ao coronavírus, que são os idosos, e manter os cuidados com a higiene pessoal, usar máscaras para evitar a contaminação e proliferação do vírus, mas também pediu que o governador Renan Filho analise a situação dos empresários, comerciantes e pais de família que estão passando necessidades, e não prorrogue mais o decreto. “Nós estamos vendo empresários que não têm mais condições de manter sua folha de pagamento, muitos com os aluguéis vencidos. Nós sabemos que o povo alagoano é sofrido, não tem muitas perspectivas de renda financeira, por isso, nós pedimos a reabertura do comércio”, destacou.

“Nós não somos contra o governador, nem contra o prefeito. Só queremos viver com dignidade. Todo comerciante, todo empresário, tem que pagar impostos, água, luz, muitos também precisam pagar aluguel. Sem vender, nós não temos dinheiro para pagar as contas. Então, governador, pense no povo e determine a reabertura do comércio”, Disse o Seu Antônio, outro empresário bastante conhecido em Arapiraca.


Deixe uma resposta