Palmeira dos Índios
26 ºC Céu Limpo

Palmeira dos Índios | Céu Limpo
26 ºC

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

Bolsa Família: confira o calendário anual de pagamento

Benefício hoje varia de acordo com a renda familiar – Foto: EBC

Os beneficiários do Programa Bolsa Família em Maceió devem ficar atentos ao calendário anual de pagamento do benefício em 2020. Nele já estão estabelecidas as datas de pagamento, de acordo com o último número do NIS (Número de Identificação Social) impresso no Cartão Bolsa Família.

Para saber em que dia sacar o benefício, a família deve observar qual é o último algarismo do Número de Identificação Social, que está impresso no cartão do Bolsa Família. Aquelas que têm cartões terminados em ‘1’ recebem no primeiro dia do calendário de pagamento, os terminados em ‘2’ no segundo dia e assim por diante.

Cada benefício fica disponível para saque por 90 dias a partir da data prevista no calendário. O benefício de janeiro, por exemplo, pode ser sacado até o mês de abril. Ao fazer o saque, o beneficiário precisa ficar atento ao extrato de pagamento, que é onde são repassadas informações importantes sobre a situação do benefício, como período de recadastramento ou descumprimento de condicionalidade.


Bolsonaro anuncia R$ 892 milhões para cidades atingidas por chuvas

Bolsonaro anuncia R$ 892 milhões para cidades atingidas por chuvas

O presidente Jair Bolsonaro anunciou hoje (30) a liberação de R$ 892 milhões em recursos federais para ações de reconstrução da infraestrutura em municípios atingidos pelas fortes chuvas que ocorrem na Região Sudeste há mais de uma semana, principalmente em Minas Gerais, no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

O anúncio foi feito em Belo Horizonte, após o presidente se reunir com ministros e o governador do estado, Romeu Zema. Eles fizeram um sobrevoo sobre algumas das áreas mais atingidas pelas chuvas.

Os recursos serão liberados por meio de medida provisória, que abre um crédito extraordinário em favor do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

“Estamos trabalhando ombro a ombro para buscar mitigar os problemas ocorridos com essa catástrofe, que aconteceu nos último dias”, afirmou Bolsonaro, em um breve pronunciamento à imprensa. O presidente retorna a Brasília ainda na tarde desta quinta-feira.

Segundo o governo de Minas Gerais, até agora 55 pessoas morreram no estado em decorrência das chuvas e cerca de 30 mil estão desabrigadas. Nos três estados mais atingidos pelas chuvas, um total de 123 municípios teve situação de emergência reconhecida pelo governo federal.

“Parece-me que o pior já ficou para trás, mas o estado estará atento a tudo”, disse o governador Romeu Zema.

O ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, afirmou que pasta vai montar uma força-tarefa para receber e processar os pedidos solicitados pelas prefeituras o mais rápido possível.

“O sistema nacional de proteção e defesa civil funcionou em suas três esferas, municipal, estadual e federal. Aqui, o presidente Jair Bolsonaro, numa demonstração clara da preocupação dos  estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, disponibilizando R$ 1 bilhão para as ações de restabelecimento de serviços essenciais, reconstrução de todas as estruturas danificadas. Os municípios devem apresentar essas demandas ao Ministério do Desenvolvimento Regional”.

Além da liberação de recursos extras, o governo federal informou que tem atuado, por meio do Ministério da Saúde, na distribuição de mais de duas toneladas de medicamentos paras a regiões mais atingidas. O pagamento do Bolsa Família e o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para as vítimas das chuvas também será antecipado.


Taxa de juros do cartão de crédito sobe em dezembro, mas a do cheque especial recua, diz BC

Resultado de imagem para Taxa de juros do cartão de crédito sobe em dezembro, mas a do cheque especial recua, diz BC
Taxa de juros do cartão de crédito sobe em dezembro, mas a do cheque especial recua, diz BC

A taxa média de juros cobrada no cheque especial caiu em dezembro, depois de ter registrado alta em novembro, de acordo com o Banco Central. A taxa passou de 306,6% ao ano para 302,5%; uma redução de 4,1 pontos percentuais.

Em todo o ano passado, o juro dessa modalidade de crédito caiu 10,1 pontos percentuais. Somava 312,6% ao ano no fim de 2018

Por outro lado, o juro médio do cartão de crédito rotativo apresentou nova alta em dezembro, na comparação com novembro. Foi de 318,3% ao ano para 318,9%; um aumento de 0,6 ponto percentual.

Durante todo o ano, o crescimento foi de 33,5 pontos percentuais. A taxa estava em 285,4% ao ano no fim de 2018.

Segundo o chefe adjunto do Departamento de Estatísticas do BC, Renato Baldini, não há uma explicação monetária para esse aumento. Ele afirma que trata-se de uma decisão dos bancos, já que ao longo do ano houve uma queda da taxa básica de juros da economia e a inadimplência tem se mantido estável e em um nível baixo.

Limite para juros do cheque especial

Desde o último dia 6, o juro cobrado do cheque especial está limitado a 8% ao mês.

Com o limite, o juro anual será de cerca de 150% ao ano, no máximo, de acordo com o Banco Central.

Essa foi a primeira vez que o Banco Central decidiu impor uma taxa máxima a uma linha de crédito com recursos livres, isto é, que não tem um direcionamento estipulado por lei (como ocorre com o crédito imobiliário ou microcrédito).

Outras linhas de crédito

  • o juro médio do crédito consignado (desconto na folha de pagamentos) de pessoas físicas recuou de 20,6% ao ano em novembro para 20,2% ao ano em dezembro – nova mínima histórica para a taxa.

  • a taxa média de juros para aquisição de veículos, por pessoas físicas, caiu de 19,3% para 19,2% ao ano de novembro para dezembro, renovando o menor valor da série histórica, iniciado em junho de 2000.

  • os juros médios em linhas de capital de giro, para empresas, também renovou sua mínima histórica, chegando a 14,2% ao ano em dezembro.

Juro básico e inadimplência

A taxa de juros média do mês de novembro, em operações com recursos livres (que não tem um direcionamento estipulado por lei) caiu de 36,1% ao ano para 34%. Houve queda na taxa tanto para pessoas físicas, que caiu de 50,1% para 47,3%, quanto para pessoa jurídica, de 17,3% para 16,5%.

O comportamento dos juros bancários acontece em um ambiente de queda da taxa básica da economia, fixada pelo Banco Central a cada 45 dias para controlar a inflação. Essa taxa caiu de 6,5% para 6% ao ano no fim de julho, recuou novamente, para 5,5% ao ano, em setembro, e teve nova redução, para 5% ao ano, no fim de outubro e fechou o ano em 4,5% ao ano.

A taxa geral de inadimplência para pessoas físicas e para as empresas (com recursos livres) continua em queda, passando de 3,8% para 3,7% em novembro.


Palmeira dos Índios foi o quarto município que mais empregou com carteira assinada em 2019 em Alagoas

Palmeira dos Índios foi o quarto município que mais empregou com carteira assinada em 2019 em Alagoas – imagem ilustrativa

O município de Palmeira dos Índios avança em alguns setores e a geração de emprego está entre eles. De acordo com dados do Ministério da Economia, por meio do Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na sexta-feira (24), Palmeira fechou o ano de 2019 com a geração de 127 empregos com carteira assinada e ficou em quarto lugar em todo o estado nessa área. São Miguel dos Campos, Rio Largo e Marechal Deodoro também fazem parte do ranking.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo tem ampliado o trabalho de políticas públicas para desenvolver o número de empregos formais em Palmeira dos Índios, fato que não acontecia há anos na região.

“Podemos atribuir isso às leis de incentivo municipal para atrair novos empreendimentos, a qualificação da mão de obra, a lei geral das micro e pequena empresas, que estimulou a instalação de novas empresas e, também, as de pequeno porte. Acreditamos que a tendência é aumentar esses números ainda mais em 2020, com a nova lei que fomenta a ampliação de empresas já existentes no município. Isso dá mais incentivos para as indústrias que queiram se instalar aqui”, explicou a secretária Cléa Carvalho.

Além da iniciativa privada, a Prefeitura de Palmeira também gera oportunidade de emprego a partir da utilização da mão de obra local nas obras que são realizadas no município.

“Nós priorizamos a contratação de mão de obra local em todas as obras que já foram finalizadas e nas que estão em andamento na nossa cidade. Isso diminui o número de desempregados, mesmo que seja em serviços temporários, e faz com que aquele pai de família, que precisa sustentar a casa, passe períodos de seis, oito, ou até mesmo um ano, trabalhando, dependendo do tamanho da obra. Estamos felizes porque Palmeira, mais uma vez, anda na contramão da crise e ainda vai crescer muito mais”, disse o prefeito Júlio Cezar.


Alagoas cria 731 empregos formais em 2019

Alagoas cria 731 empregos formais em 2019

Alagoas fechou o ano de 2019 com saldo positivo de empregos formais. Foram criadas 731 novas vagas no ano, segundo dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta sexta-feira (24).

O saldo é a diferença entre a quantidade de admissões (121.015) e de demissões (120.284) de empregos com carteira assinada no estado. Em todo o país, foram criadas 644 mil novas vagas.

Entre os setores que mais contribuíram para a alta registrada no estado, destacam-se a Agropecuária (1.647) e a Construção Civil (1.153). O pior resultado foi da Indústria da Transformação (-1.623), setor que engloba as usinas de cana-de-açúcar.

O Caged também traz o desempenho dos municípios com mais de 30 mil habitantes. Em Alagoas, quem mais criou empregos em 2019 foram São Miguel dos Campos (1.125) e Rio Largo (651).

Os municípios que mais fecharam vagas no ano foram Coruripe (-518), Teotônio Vilela (-437) e Pilar (-402). Maceió também encerrou 2019 com saldo negativo, -186 vagas formais.

Dezembro negativo

Embora o saldo do ano tenha sido positivo, dezembro puxou para baixo a conta de Alagoas. No último mês de 2019, o estado fechou 1.159 vagas formais de emprego.

Quase todos os setores tiveram saldo negativo, mas os piores resultados foram de Indústria (-572), Serviços (-486) e Construção Civil (-403).

Apenas o Comércio criou vagas, foram 344 novos postos de trabalho em dezembro.


Mega-Sena sorteia R$ 32 milhões nesta terça-feira (21)

Mega-Sena sorteia R$ 32 milhões nesta terça-feira (21)

Sete modalidades das Loterias Caixa podem pagar, até a próxima terça-feira (21), mais de R$ 66,1 milhões. O destaque será a Mega-Sena, que tem três sorteios previstos para a Mega-Semana de Verão, sendo que o primeiro deles será realizado nesta terça, com um prêmio acumulado de R$ 32 milhões.

Ainda na terça, o Dia de Sorte pode pagar R$ 350 mil, a Dupla-Sena R$ 800 mil, a Lotomania R$ 1,3 milhão e a Timemania R$ 28,5 milhões.

O sorteio desta terça é o primeiro da Mega-Semana de Verão, que oferece uma chance extra ao apostador ao realizar três concursos semanais, ao invés de dois.

Mega-sena acumula e prêmio sobe para R$ 32 milhões

Os próximos sorteios da Mega-Sena serão na quinta-feira (23) e no sábado (25), concluindo os três concursos da semana especial.

Aplicado na Poupança da Caixa, os R$ 32 milhões da Mega-Sena podem render R$ 82 mil mensais ao sortudo que acertar os seis números. Com o valor de R$ 28,5 milhões da Timemania, segundo maior prêmio entre as sete modalidades, é possível adquirir duas mansões em Jurerê (SC), com mais de mil metros quadrados de área privativa.

Os sorteios são realizados no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo. O público pode acompanhar os sorteios presencialmente ou pela TV e redes sociais.

Como apostar:

As apostas podem ser feitas até às 19h em qualquer lotérica do país e também pela internet no site da Caixa.(www.loteriasonline.caixa.gov.br). Clientes com acesso ao Internet Banking podem fazer suas apostas, na Mega-Sena, pelo seu computador pessoal, tablet ou smartphone.

O serviço funciona das 8h às 22h (horário de Brasília), exceto em dias de sorteios, quando as apostas se encerram às 19h, retornando às 21h para o concurso seguinte.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2020 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey