82 99641-3231

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 90 milhões nesta quarta-feira

Mega-Sena — Foto: Marcelo Brandt/G1

O concurso 2.187 pode pagar um prêmio de R$ 90 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desta quarta-feira (11) em São Paulo (SP).

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.


Caminhão itinerante da Serasa chega a Maceió e oferece renegociação de dívidas

Caminhão do Serasa atende consumidores em Maceió — Foto: Assessoria

O caminhão itinerante da Serasa Experian chega a Maceió nesta terça-feira (10), para realizar atendimentos de consulta ao Cadastro de Pessoa Física (CPF), simulação de contrato de empréstimo e renegociações de dívidas atrasadas ou negativadas.

O atendimento ocorre até o dia 14 de setembro na Praça Dom Pedro II, das 8h às 18h. Segundos do Serasa, mais de 360 mil pessoas estão inadimplentes em Maceió.

Segundo o Serasa, as pessoas que estão com dívidas em atraso podem sair do caminhão com o boleto para pagamento para ficar com nome limpo.

No total, são 15 empresas parceiras entre bancos, cartões de crédito e operadores de telefone e TV por assinatura.

“O objetivo desse projeto é possibilitar o acesso à informação e aos serviços gratuitos que a Serasa oferta, principalmente para pessoas que não possuem fácil acesso à internet. No primeiro ano mostramos que a negociação da dívida é o primeiro passo para a melhoria da saúde financeira. Desta forma, aproveitamos e relançamento do Serasa Limpa Nome e levamos essa nova experiência de negociação e descontos para dentro do Serasa Itinerante”, afirma Giresse Contini, gerente do Serasa Consumidor.

Além do caminhão, os serviços também são oferecidos pelo site do Serasa (clique aqui).

Fonte: G1

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 80 milhões nesta segunda-feira

O concurso 2.186 pode pagar um prêmio de R$ 80 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desta segunda-feira (9) em São Paulo (SP). Anteriormente a Caixa havia informado que o sorteio seria realizado no sábado (7), mas a data foi alterada.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.


Botijão de gás fica mais caro em Alagoas

O consumidor alagoano paga mais caro pelo gás de cozinha a partir desta segunda-feira (9). O reajuste de 3,16%, em média, anunciado pelas distribuidoras vai representar R$ 5 a mais na hora da comprar, e o botijão de 13 quilos deve variar entre R$ 60 e R$ 70 no Estado.

O revendedor e sindicalista Leandro Henrique Cezar Leite conta que o último aumento no produto foi anunciado em março deste ano e em julho foi até dada uma diminuição. “Já tem quem venda o gás aqui [em Alagoas] por R$ 70, esse não deve aumentar, mas quem vende por R$ 60 e R$ 65 deve repassar o aumento atual”, explica.

 

 

 

 

 

Fonte: Gazeta de Alagoas

Sorteio da Mega-Sena foi adiado para segunda-feira (09) e pode pagar R$ 80 milhões

Sorteio da Mega-Sena foi adiado para segunda-feira (09) e pode pagar R$ 80 milhões

O sorteio do concurso 2186 da Mega-Sena, que estava previsto para este sábado (07), foi adiando pela Caixa Econômica para a segunda-feira (09). Logo após o concurso anterior, o banco havia anunciado que os números seriam sorteados às 20h em São Paulo, com a estimativa de prêmio em R$ 78 milhões.

Agora, com a mudança, há uma nova estimativa, de R$ 80 milhões. Tradicionalmente, a Mega-Sena tem sorteios às quartas e aos sábados. Mas a Caixa não vai sortear nenhuma loteria no sábado (07) por causa do feriado da Independência.

Depois de acumular e chegar a cerca de R$ 80 milhões, o novo sorteio da Mega-Sena desta segunda-feira (9/9) anima os sonhadores de plantão. Mas ter essa bolada pode não resultar só em gastos e compras. Especialistas dão dicas de como não se afogar nesse rio de dinheiro e navegar calmamente em uma vida de bonança.

Uma boa dica é não centralizar o dinheiro em um só lugar — especialmente se esse “lugar” for a poupança. “A poupança hoje não é um excelente investimento. Entre as opções de médio e pouco risco ele paga pouco e tem outros, como o LCI da Caixa (Econômica) ou do Banco do Brasil que são melhores do que a poupança. Só uma pessoa muito conservadora ficará na poupança”, aponta Riezo Almeida, coordenador do curso de economia do Iesb.

Para o economista Roberto Luis Troster, a receita para multiplicar os ganhos é ter mais de um ponto de gastos ou investimentos: “A primeira coisa é não comprar ou gastar tudo em uma coisa só. O ideal é variar. Essa dica é importante para não ficar vulnerável.”

Ainda segundo Troster, três módulos de investimento podem trazer a segurança de uma boa receita: “Eu diria que com R$ 72 milhões, a pessoa poderia dividir uma parte em ações de empresas que paguem dividendos — lembrando que sempre em empresas diferentes, isso já vai dar uma boa renda para o resto da vida”, sustenta.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Diário Arapiraca.


Senado aprova texto-base da proposta de reforma da Previdência

Senado Federal – Brasilia

A CCJ (comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou, por 18 a 7, o texto-base da proposta de reforma da Previdência. Mas ainda é necessário analisar os chamados destaques, pedidos para votação em separado de trechos específicos do projeto. Só depois desta fase é que a reforma poderá seguir ao plenário do Senado.

A presidente da CCJ, Simone Tebet (MDB-MS), espera concluir ainda nesta quarta-feira (4) a votação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da restruturação nas regras de aposentadoria. O relator, Tasso Jereissati (PSDB-CE), fez mais concessões ao apresentar a nova versão da proposta na manhã desta quarta.

Com isso, o potencial de economia com a reforma é estimado em R$ 962 bilhões em dez anos para a União. Mas esse cálculo inclui medidas criticadas por parlamentares e que ainda precisarão voltar à análise da Câmara. Considerando apenas a proposta principal, já aprovada pelos deputados, a economia é de R$ 870 bilhões. A reforma da Previdência saiu da Câmara com uma projeção de economia de R$ 933 bilhões em uma década.

Para evitar atraso na análise das novas regras de aposentadorias, Jereissati incluiu as alterações defendidas por senadores numa proposta paralela, que dependerá de aval dos deputados para entrar em vigor. Chamada de PEC paralela, a complementação da reforma da Previdência prevê a inclusão de estados e municípios na reforma, medidas de aumento de arrecadação, e alterações em pontos do projeto original do governo, como aposentadoria por invalidez.

Ao todo, essa proposta paralela representaria mais R$ 92 bilhões em dez anos para a União. Para estados e municípios, é esperado um corte de gastos de R$ 350 bilhões em uma década com o endurecimento das regras de aposentadorias para servidores. Isso foi mantido na nova versão do parecer do tucano.

Mas, para que a reforma tenha efeito para esses entes da federação, é necessário o aval das assembleias. Ou seja, governadores e prefeitos também precisarão ter o desgaste político de aprovar medidas impopulares. Os cálculos de impacto da proposta foram feitos pela IFI (Instituição Fiscal Independente), órgão ligado ao Senado.

Para tentar aprovar a reforma ainda nesta quarta na CCJ do Senado, o relator cedeu em alguns pontos, como pensão por morte -um pedido do MDB. Ele aceitou sugestões de senadores para garantir que a pensão não seja menor que um salário mínimo (R$ 998) em qualquer caso. Antes, o texto impedia que o benefício ficasse abaixo do piso apenas quando a pensão fosse a única renda formal da pessoa.

Com essa medida, a economia com a reforma caiu R$ 10 bilhões em dez anos. O governo tentará na votação dos destaques reverter mudanças nas regras de pensão por morte feitas no Senado. Jereissati também fez uma alteração na proposta para exigir a criação de um modelo especial de contribuição para trabalhadores informais e de baixa renda.

O relatório estabelece que uma lei criará regras diferentes para quem, hoje, está à margem da Previdência Social, como trabalhadores informais, pessoas de baixa renda, inclusive aquelas que se dedicam apenas a atividades domésticas na própria residência.
Outra alteração foi a previsão de um benefício mensal para crianças em situação de pobreza. Isso deve representar um custo de R$ 10 bilhões em dez anos.

 

 

Fonte: Todo Segundo

Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey