Dois suspeitos do assassinato de soldado da PM/AL são presos em Pernambuco

Foto: Reprodução

Dois homens, conhecidos como Moreira e Cabelão, foram detidos acusados de participação no atentado que vitimou o soldado Bulhões, em Porto de Galinhas, no interior de Pernambuco. Eles foram presos nesse sábado (21) e, de acordo com informações do Batalhão Rodoviário (BPRv) de Alagoas, o suspeito de ter efetuado o disparo foi Moreira e o comparsa, Cabelão, estaria pilotando a motocicleta de fuga.

Na Delegacia de Porto de Galinhas desde a tarde desse sábado, após o trabalho integrado de inteligência das policias dos dois estados, Cabelão, que foi preso em sua residência, admitiu que pilotava a motocicleta e que Moreira havia sido o autor do disparo que vitimou o soldado Bulhões.

Segundo o delegado, outra testemunha também reconheceu Moreira como o autor do disparo. Ambos serão encaminhados para à delegacia de homicídios do Recife para os procedimentos cabíveis, onde ficarão a disposição da Justiça do Estado de Pernambuco.

Na redes sociais, militares disseram que, “infelizmente a vida do nosso combatente não traremos de volta, mas pelo menos poderemos sepultá-lo com sensação de dever cumprido, aliviando um pouco o coração da família, de seus colegas de farda e amigos”.


Deixe uma resposta