Deic resgata funcionária da Equatorial e suspeitos morrem

Adriana Rogério da Rocha, de 44 anos, foi localizada após a prisão de um dos acusados. A polícia chegou até o local após uma compra no valor de R$ 3 mil que teria sido feita com o cartão da vítima.

Dois suspeitos de sequestrarem uma funcionária da empresa Equatorial, morreram durante confronto com agentes da Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC) no início da noite desta terça (24), no município de Pilar, na região Metropolitana de Maceió.

De acordo com a Deic, a mulher, identificada como Adriana Rogério da Rocha, de 44 anos, foi localizada após a prisão de um dos acusados. A polícia chegou até o local após uma compra no valor de R$ 3 mil que teria sido feita com o cartão da vítima.

Durante interrogatório, o suspeito detido, identificado como Wallyson dos Santos Porfírio, acabou informando aos agentes o local que estava sendo usado para manter Adriana.

Durante buscas no local, os criminosos reagiram a prisão e houve troca de tiros com os policiais. No confronto, os acusados acabaram sendo baleados e não resistiram aos ferimentos. As identidades dos criminosos mortos durante o confronto não foram divulgadas.

Adriana Rogério da Rocha estava desaparecida desde a manhã da última segunda-feira (23). Ela havia saído de casa para trabalhar em um Hyundai modelo HB20, de cor branca e placas QLB-8998, quando desapareceu e familiares acionaram a polícia.

 

 

 

 

Fonte: Todo Segundo

Deixe uma resposta