Covid-19: Alagoas tem mais de 180 guardas municipais afastados e outros cinco morreram

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true
Alagoas tem mais de 180 guardas municipais afastados e outros cinco morreram

Assim como as baixas que ocorrem entre policiais militares, civis, penais e bombeiros, devido ao Covid-19, a situação entre os Guardas Municipais de diversos municípios do estado de Alagoas, incluindo Maceió, não tem sido diferente. Dados divulgados pelo Sindicato dos Guardas Civis Municipais de Alagoas (Sindguarda-AL), apontam que no estado foram afastados cerca de 187 agentes da segurança municipal.

De acordo com informações do sindicato, entre os 187 guardas afastados estão os infectados por coronavírus, casos suspeitos da doença e agentes que compõe o grupo de risco e que conforme entendimento da administração municipal, foram afastados de maneira preventiva para que o servidor não venha arcar com consequências mais sérias e até mesmo irreversíveis.

Ainda segundo informações do Sindguarda, a categoria registrou cinco óbitos, sendo dois deles lotados na Guarda Municipal da cidade de Maceió. O sindicato informou que ambos os profissionais, que não tiveram os nomes revelados, seguiam internados realizando tratamento contra a Covid-19.

Maceió

Questionada sobre quantos agentes municipais estão afastados das atividades na capital, a Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), informou que tem realizado um trabalho preventivo junto aos servidores que compõe o grupo de risco, com isso, estão afastados ou em regime de teletrabalho 80 profissionais.

Ainda segundo informações fornecidas pela Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social, foram realizados 70 exames e dentre os realizados, 28 testaram positivo para Covid-19. Atualmente, 17 servidores estão afastados por suspeita de estarem infectados com a doença.

A gestão municipal da capital destacou ainda que além de orientações, os servidores receberam equipamentos de proteção individual como máscaras, álcool gel e flanelas para que possam realizar a higienização pessoal.

A Semscs destacou ainda que a sede administrativa da Secretaria, localizada no bairro do Jaraguá, bem como a sede da Guarda Municipal, localizada no Vergel, onde possui um extenso número de casos da doença, estão sendo desinfetadas periodicamente, como resultado de uma parceria firmada entre o Exército Brasileiro e a Superintendência de Desenvolvimento Sustentável (Sudes). Além disso, as viaturas são lavadas e higienizadas diariamente com álcool a 70%.


Deixe uma resposta