Com estoque de sangue do Hemoal baixo, transfusões são canceladas em AL

Com estoque de sangue do Hemoal baixo, transfusões são canceladas em AL

O Hemocentro de Alagoas (Hemoal) suspendeu a entrega de bolsas de sangue para transfusões nesta quinta-feira (21). A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). O motivo é o estoque, que está baixíssimo, apenas 22% de bolsas para suprir a necessidade mínima da demanda do estado.

São necessárias pelo menos 300 bolsas para atender as vítimas de Covid-19, de acidentes de trânsito e agressões por arma branca e de fogo, e nesta quinta-feira o Hemoal estava apenas com 60.

Os tipos sanguíneos AB- E O- dispõem apenas de 2 bolsas, e os tipos A- e B- têm apenas 1 bolsa cada.

O Núcleo de Captação de Doadores pede aqueles que estão aptos, que busquem os hemocentros, em Maceió e Arapiraca.

Os hemocentros informam que estão tomando todas as precauções para resguardar a saúde dos doadores neste momento da pandemia do novo coronavírus.

Onde doar

  • Maceió: rua Dr. Jorge de Lima, Trapiche, de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h e, aos sábados, das 8h às 12h, durante a pandemia.
  • Arapiraca: Laboratório Municipal, localizado na Rua Geraldo Barbosa, no Centro, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30.

Para ir, é possível fazer um agendamento, ligando para os números 3315-2109 (Maceió) e 3539-8285 (Arapiraca).

Grupos entre 10 a 15 pessoas podem solicitar também um transporte para ir até o Hemoal, a Hemovan.

Quem pode e quem não pode doar

Para doar, é preciso ter no mínimo 50 kg, ter no mínimo 16 anos, e apresentar documento de identificação. Menores devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

Não podem doar aqueles que tiveram hepatite após os 11 anos de idade, além de sífilis, Aids e doença de Chagas. Gestantes e lactantes também não podem doar e pessoas que tiveram Covid-19 só podem fazer doação depois de 30 dias da recuperação.

Para quem doou recentemente, é preciso fazer um intervalo, de 2 meses para homens e 3 para mulheres.


Deixe uma resposta