Chesf anuncia redução da vazão do São Francisco, mas mantém alerta para ribeirinhos em Alagoas

Chesf anuncia redução da vazão do São Francisco, mas mantém alerta para ribeirinhos em Alagoas

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) anunciou que vai reduzir gradativamente a vazão diária das hidrelétricas de Xingó e Sobradinho a partir desta quinta-feira (10). Seguindo o cronograma, a vazão deve passar de 4.000 m³/s para 3.000 m³/s, permanecendo assim até nova avaliação. A medida se deve à redução das chuvas na região do alto São Francisco.

Apesar da diminuição, a Chesf reforça que as regiões ribeirinhas na calha principal do rio, devem continuar desocupadas já que ainda existe a possibilidade de chuvas e a vazão pode voltar a subir, caso seja necessário.

Em janeiro, a liberação de água nos reservatórios se deu por causa das fortes chuvas que caíram em Minas Gerais, onde está localizada a nascente do rio. Isso provocou a cheia do rio São Francisco.

Com a cheia do rio, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) autorizou a liberação da água dos reservatórios das hidrelétricas. Dez municípios alagoanos receberam o alerta sobre o aumento da vazão.

Uma das praias inundadas foi a de Pão de Açúcar, no Sertão de Alagoas, que desapareceu. O nível do rio subiu muito, obrigando os comerciantes da cidade a abandonarem suas barracas, que ficaram quase completamente encobertas.


Deixe uma resposta