Castramóvel inicia serviços de castração em Palmeira dos Índios

Castramóvel inicia serviços de castração em Palmeira dos Índios – Foto: Assessoria

O serviço de castramóvel, ligado ao setor de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Palmeira dos Índios, iniciou na manhã de hoje (01) o serviço de castração. Inicialmente, as castrações são apenas em animais resgatados pela ONG APAPI. A unidade móvel recebeu hoje cerca de 30 cães para castração. Após o período de recuperação, esses animais estarão prontos para a adoção responsável.

O médico veterinário Paulo Wianês, responsável pela unidade, comemora o início do trabalho. “Hoje vamos receber aqui 30 cães, que estão sob a tutela da APAPI. Depois de recuperados, eles poderão ser adotados. Alguns cães estão doentes, então é preciso esperar que se recuperem para que possamos fazer o procedimento cirúrgico. A castração é uma forma de controlar a taxa de natalidade, e assim, fazer com que as pessoas fiquem com os cães, que não se preocupem com os ciclos de cio, evitando assim, o aumento populacional de animais nas ruas. Cuidar desses animais é uma forma de cuidarmos da saúde do animal e cuidar do meio ambiente também”, pontua Paulo.

A fim de evitar aglomeração, somente após a pandemia, pessoas que são cadastradas em programas federais poderão se cadastrar para castrar seus animais. Por enquanto, o serviço está centrado apenas nos cães e gatos resgatados pela APAPI e, posteriormente, nos animais que vivem em situação de rua.

Castramóvel inicia serviços de castração em Palmeira dos Índios – Foto: Assessoria

Deixe uma resposta