Caso Britney Spears: Audiência para remoção de tutela do pai é adiantada: ‘Grande vitória’

Caso Britney Spears: Audiência para remoção de tutela do pai é adiantada: ‘Grande vitória’

Britney Spears teve um importante avanço no processo de substituição de seu pai, Jamie Spears, em sua tutela. Segundo o The Sun, o novo advogado da cantora, Matthew Rosengart, trabalhou ‘agressivamente’ para atender às suas necessidades e conseguiu que a audiência para sancionar novo tutor fosse adiantada para o próximo 29 de setembro.

De acordo com o veículo, a situação legal de Jamie Spears sobre os bens da cantor não seriam originalmente discutidos até dezembro, mas Matthew Rosengart pressionou o tribunal para isso.

“Esta é considerada uma grande vitória para Britney e sua equipe e a audiência será um grande dia para ela”, disse uma fonte próxima da cantora para a imprensa internacional.

O advogado Matthew Rosengart falou em coletiva de imprensa após o avanço na ação: “Quero agradecer a Britney Spears por sua coragem e firmeza. Quero agradecer a seus fãs que a apoiaram nas redes sociais e em todo o mundo. Ela merece e agradece. Menos de duas semanas atrás prometemos que, após 13 anos de status quo, minha empresa e eu agiríamos de forma agressiva e expedita para apresentar uma petição para suspender e remover James P. Spears. Agora é uma questão de registro público e hoje no tribunal, anunciei à juíza Penny que o fizemos em menos de duas semanas. Estamos ansiosos para litigar da forma em tribunal”, concluiu.

Na ação nessa segunda-feira (26), Britney e sua equipe de advogados entraram com documentos judiciais pedindo que um novo profissional, chamado Jason Rubin, fosse nomeado à tutela de seus bens. De acordo com os documentos, Jason teria “toda autoridade financeira para administrar o patrimônio da cantora”.

Além disso, segundo o The Sun, ele também teria procurações para tomar decisões sobre cuidados de saúde e administrar bens imóveis. Estes documentos podem entrar em conflito com sua conservadora pessoal, Jodi Montgomery, que atualmente é responsável por tomar as decisões pessoais de Britney.

Os documentos também afirmam que Britney e Mathew querem que Jason processe ordens de restrição de assédio civil – que parecem ser dirigidas a seu pai, já que ela afirmou anteriormente que deseja uma ordem judicial para mantê-lo afastado.

“O mundo inteiro testemunhou a Sra. Spears trabalhando incansavelmente – com incrível dedicação, precisão e excelência. Como uma artista musical e performer, uma ganhadora excepcional para o Sr. Spears (e outros) que tinham interesse financeiro em se certificar de que ela continuaria a trabalhar e se apresentar”.

Os médicos também chamam o controle de seu pai sobre sua vida de “traumatizante, insano e deprimente”.

Advogados Confiantes

Uma fonte próxima do caso revelou para a imprensa internacional que Matthew Rosengart está “absolutamente confiante de que vai tirar Britney dessa bagunça. Ele não teria aceitado este caso se não tivesse certeza de que eles ganhariam. Ele sabe que será um desafio, mas acredita piamente que eles têm evidências suficientes para provar que Britney não precise mais de uma tutela. Ele tem se preparado intensamente para a audiência de hoje e está pronto para fazer alguns movimentos para iniciar esse processo. Para ele e Britney, agora é uma questão de quando, não se”, disse.

Free Britney

No dia 23 de junho, Britney prestou depoimento – pela primeira vez – na batalha judicial pela sua tutela, contra Jamie Spears, seu pai, teve o seu depoimento divulgado pela revista Variety.

Em longo depoimento, Britney contou no tribunal que tem DIU para não engravidar e que não a permitem tirar. Além disso, afirmou que era dopada com lítio e que deseja processar a família por tudo que fizeram com ela durante os últimos 12 anos de “exploração”. Na web, Britney recebeu muitas mensagens de apoio com a campanha Free Britney.

Durante sua declaração, Britney ainda disse que Jamie e sua mãe, Lynne, haviam se aproveitado dela para controlar sua vida. “Meu pai e qualquer pessoa envolvida nesta tutela, que desempenhou um grande papel em me punir, eles deveriam estar na prisão. Eu nem bebo álcool. Eu deveria beber álcool, considerando o que eles fazem meu coração passar”, disse a cantora na audiência.

“Quero me sentir ouvida … [e que as pessoas] entendam a profundidade, o grau e o dano que me causaram naquela época. Eu quero mudanças, eu mereço mudanças. Disseram-me que precisava ser avaliada novamente. Senhora, não sabia que poderia fazer uma petição ao fim da tutela. Eu honestamente não sabia disso. Honestamente, não acho que deva a ninguém ser avaliado. Já fiz mais do que suficiente”, completou.

Novo advogado

Em julho, a juíza Brenda Penny autorizou que a cantora contratasse o advogado Mathew S. Rosengart, que ela já havia escolhido anteriormente.

Segundo o New York Times, Rosengart, um advogado conhecido em Hollywood e antigo promotor federal, deve tomar uma postura mais agressiva em relação ao fim da tutela. Ele é conhecido por lidar com casos de alto calibre e já foi advogado de Ben Affleck, Keanu Reeves, Steven Spielberg e Sean Penn, entre muitos outros.

Quem indicou o profissional para Britney foi ninguém menos que Madonna. A notícia foi divulgada dias depois de a Rainha do Pop postar uma mensagem em apoio a Britney na web e uma fonte garante que suas intenções são reais.


Deixe uma resposta